domingo, 30 de outubro de 2011

John Piper – A Regra de Martinho Lutero a Respeito de Como se Tornar um Teólogo

Oração, Meditação E Provações – O Caminho para o Entendimento
Martinho Lutero nasceu em 10 de novembro de 1483, em Eisleben, Alemanha. Morreu em 18 de fevereiro de 1546. Durante esses anos, ele pregou mais de 3.000 sermões e escreveu 50.000 páginas. De seu cargo como Professor de Teologia, na Universidade de Wittenberg, ele desempenhou um papel importante na criação da Reforma.


Ele nos dá conselhos profundos a respeito de obter o máximo de nossa Bíblia. Não seja desestimulado pela palavra “teologia”. O que Lutero tinha em mente era uma leitura e uma meditação firme e consistente a respeito do que Deus diz. Isto é para todos: “Quero que vocês saibam como estudar teologia de maneira correta. Eu mesmo tenho praticado este método… O método do qual estou falando é aquele que o rei Davi nos ensina em Salmos 119… Neste salmo, encontramos três regras, que são: oração, meditação e provação.” As citações que apresentamos em seguida vêm da obra What Luther Says: An Anthology, compilada por Ewald M. Plass (St. Louis: Concordia Publishing House, 1959, v. 3, p. 1359-1960).
1. Oração
“Você deve sentir-se completamente desesperado de seus próprios sentimentos e razão, pois, mediante essas coisas, você não atingirá o objetivo…. Dobre seus joelhos em seu quarto, em particular, e com sincera humildade e zelo ore a Deus por meio de seu amado Filho, para lhe conceder graciosamente o seu Espírito Santo, que o iluminará, guiará e dará entendimento. Conforme podemos ver, Davi orava constantemente neste salmo…”
Salmos 119
Verso 18: “Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei”.
Versos 27, 33: “Faze-me atinar com o caminho dos teus preceitos… Ensina-me, SENHOR, o caminho dos teus decretos”.
Versos 34-37: “Dá-me entendimento, e guardarei a tua lei… Guia-me pela vereda dos teus mandamentos, pois nela me comprazo. Inclina-me o coração aos teus testemunhos e não à cobiça… vivifica-me no teu caminho”.
“Davi usou muitas outras palavras dessa natureza, embora conhecesse bem o texto de Moisés e de outros livros, os lesse e os ouvisse diariamente. Apesar disso, ele desejava ter o verdadeiro Senhor das Escrituras, a fim de, por todos os meios, assegurar-se de que não penetraria nas Escrituras com seu próprio entendimento e se tornaria o senhor delas.”
2. Meditação
“Em segundo lugar, você deve meditar. Isto significa não somente que deve considerar a Palavra em seu coração, mas também que deve usar constantemente meios externos, examinando e comparando, lendo e relendo a Palavra pregada, bem como as palavras gravadas nas Escrituras, observando e meditando, com dedicação, sobre aquilo que o Espírito Santo quer dizer… Observe, então, neste salmo, como Davi sempre diz que fala, pensa, conversa, ouve, lê, dia e noite, constantemente — mas nada menos do que a Palavra e os mandamentos de Deus. Pois Deus quer lhe dar seu Espírito tão-somente por meio da Palavra.”
Salmos 119
Verso 11: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti”.
Verso 15: “Meditarei nos teus preceitos e às tuas veredas terei respeito”.
Verso 48: “Para os teus mandamentos, que amo, levantarei as mãos e meditarei nos teus decretos”.
Verso 24: “Com efeito, os teus testemunhos são o meu prazer, são os meus conselheiros”.
Verso 47: “Terei prazer nos teus mandamentos, os quais eu amo”.
Verso 93: “Nunca me esquecerei dos teus preceitos”.
Verso 97: “Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!”.
3. Provações
“Em terceiro, existem as provações. Isto é a pedra de toque. Elas nos ensinam não somente a conhecer e a entender, mas também a experimentar quão exata, verdadeira, agradável, poderosa, amável e confortadora é a Palavra de Deus; ela é sabedoria suprema. Essa é a razão por que você observa que, no salmo indicado, Davi se referia freqüentemente a todo tipo de inimigo… Pois, logo que a Palavra de Deus se torna conhecida para você, o diabo o afligirá, tornando-o um verdadeiro teólogo”.
Salmos 119
Versos 67-68: “Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra. Tu és bom e fazes o bem; ensina-me os teus decretos”.
Verso 71: “Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos”.
Talvez você diga que não quer ser um teólogo. Não tropece nesta palavra; pois, Lutero queria dizer: alguém que conhece verdadeiramente a Deus. Você quer conhecer a Deus? Quer conhecer os caminhos dEle neste mundo e na sua vida? Quer ser capaz de entender e aplicar a Bíblia à sua situação? Quer ser um bom médico da alma para curar as feridas de outros? Então, este é um excelente conselho. Medite na Palavra de Deus, noite e dia. Derrame sua alma em oração, rogando iluminação e amor. Seja paciente no sofrimento. Não permita que as suas lições se percam, enquanto você resmunga a respeito dos árduos dons de Deus. Confie nEle e aprenda as coisas mais profundas dentre todas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário