sábado, 21 de maio de 2011

Fogo no sábado

Já ouviram a pergunta abaixo, muito utilizada pelos opositores do sábado que gostam de escarnecer dos Adventistas?

"Se os Adventistas querem ser tão certinhos na guarda dos Mandamentos, por que continuam acendendo fogo no sábado, já que a Bíblia proíbe tal prática?"


Esta pergunta demonstra grande ingenuidade, ou profundo desconhecimento da história bíblica.
A passagem na qual o Senhor orientou Seu povo a não acender fogo no sábado foi Êxo. 35:3.

Pergunto:

a) Onde o povo estava nesta ocasião? NO DESERTO.
b) Naquela época, em pleno deserto, o fogo era aceso da maneira como o acendemos hoje, com os fogões modernos de que dispomos atualmente? É ÓBVIO QUE NÃO.
c) Era tão fácil acender um fogo naquela época, tendo que buscar lenha, triscar pedras, soprar, abanar, etc.; quanto o é hoje num simples ligar de botão no fogão atual????

Deus não estava condenando o acender o fogo por si só. É muito claro ver isso... O que Deus estava querendo impedir era que o povo não perdesse as horas SAGRADAS do santo sábado indo em busca de lenha e na trabalhosa tarefa de acender o fogo e mantê-lo aceso.


É claro que muitos Adventistas hoje acendem o fogo para aquecer a comida no sábado, pois isso não exige tempo nem esforço de nossa parte. Porém, o MAIS IMPORTANTE é que a comida já foi preparada com antecedência (desde a sexta-feira), como era orientação do nosso Senhor Jesus Cristo, de que a sexta seja o dia da preparação para o santo sábado (Luc. 23:54).


Além do mais, a proibição não se refere a acender fogo para preparar alimento (Êxo. 35:3). Mesmo os mais ferrenhos opositores dos Adventistas sabem que no deserto o povo não se preocupava em buscar o alimento, pois o Senhor fazia chover diariamente o maná do céu para alimentar o Seu povo.

É curioso notar que SOMENTE NO SÁBADO o maná não chovia (Êxo. 16:22-36). Deus quis ensinar Seu povo durante 40 anos que é Ele, E SOMENTE ELE, quem nos sustém.

Por isso, os Adventistas não têm receio de santificar o sábado, mesmo sendo o melhor dia para comércio, feira, fábricas, etc., porque sabemos que o Senhor é o mesmo, e não muda (Malaq. 3:6), e ainda hoje Ele sustém o Seu povo fiel.
 
Fonte: Gilson Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário