sábado, 19 de março de 2011

Um dia para não esquecer

O Criador deixa um presente especial para Seus filhos a cada semana. Desembrulhe-o

A conclusão de um prédio ou uma casa é resultado de um grande esforço. Foram várias reuniões, encontros, acertos, discussões para, finalmente, chegar ao término da obra. É sair do imaginário para o real; do planejamento para o concreto. Nada melhor do que comemorar essa vitória com uma grande festa de inauguração.

Deus também planejou detalhadamente como faria o mundo. Foi feita uma grande reunião de planejamento, com muitos planos e idéias. Em cada um dos seis dias Deus criou algo para alegrar a vida do ser humano, tudo planejado com detalhes e minúcias. E no sexto dia, depois de tudo concluído, Deus criou o homem. Só depois disso, então, sim, Deus criou o sábado e descansou.


Mas por que Deus criou o sábado depois de haver recém-criado Adão e Eva? Lembre-se de que nenhum dos dois estava cansado, pois eram recém-criados. Na verdade, essa era a festa de comemoração do projeto concluído; a celebração de um grande feito, uma comemoração inesquecível.

É por isso que o sábado é uma lembrança da Criação. É para lembrar que um dia, muito tempo atrás, alguém pensou no mundo e, depois de muitos planos e trabalho, a obra foi concluída. Sobre os seis dias passados, Adão e Eva tiveram que ser informados por Deus. Mas o dia de sábado foi diferente. Eles estavam presentes e viram com os próprios olhos. Eles nunca poderiam esquecer. Esse dia os ajudaria a lembrar que o Deus que tinha criado todas as coisas devia ser adorado. Por isso a Bíblia diz: “Guarde o sábado, que é um dia santo.” (Êxodo 20:8, NTLH).

Bom seria se tudo tivesse ficado assim… Mas quando o pecado atingiu este mundo, Satanás atacou diretamente o sábado. Ele usou agentes humanos para mudar o dia de guarda do sábado para o domingo. Com o passar dos anos, a maioria das pessoas se esqueceu do verdadeiro dia de descanso. Mesmo aqueles que ainda se lembram do dia de guarda são levados a se esquecer dele por algumas horas. Alguns, pior ainda, se esqueceram de Deus e passaram a viver como se Ele nem existisse.

Mas essas pessoas também se esqueceram que a guarda do sábado traz conforto ao adorador. É um dia reservado especialmente pelo Criador para trazer auxílio a Suas criaturas, para renovar a vida, a saúde e a paz. Nenhuma idéia de trabalho ou negócio sem concluir ou obrigação assumida de última hora deve interferir nesses momentos. Roupas limpas, casa arrumada, mesa festiva com alimentos especialmente preparados, leitura da Bíblia, louvor e oração, compõem nossas boas-vindas ao Criador. Um presente!

E sabe o que é melhor nesse presente? É que depois de seis dias sempre vem um novo sábado e isso soa como se Deus dissesse: “Filho, não importa o que você tenha feito ou por onde tenha andado. Se neste sábado você se encontrar comigo, então Eu o perdoarei, o salvarei e o abençoarei.” Foi Ele mesmo quem disse: “Obedeçam às leis a respeito do sábado; não cuidem dos seus próprios negócios no dia que para Mim é sagrado. Considerem o sábado como um dia de festa, o dia santo do Senhor, que deve ser respeitado. Guardem o sábado, descansando em vez de trabalhar; não cuidem dos seus negócios, nem fiquem conversando à toa. Se Me obedecerem, Eu serei uma fonte de alegria para vocês e farei com que vençam todas as dificuldades; e vocês serão felizes na terra que Eu dei ao seu antepassado Jacó. Eu, o Senhor, falei.” Isaías 58:13 e 14, NTLH.

Depois de um dia de sábado assim, você terá uma vida diferente. E, então, esse dia se tornará, a cada semana, inesquecível. Não perca tempo: abra logo esse presente.

Por Areli Barbosa.

Retirado de Conexão JA, postado simultaneamente com Blog Do Distrito e O Definitivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário