sábado, 29 de janeiro de 2011

Inocência comprometida

Parece até que todos os adolescentes do mundo combinaram a mesma pose nas fotos, jovens ricos, pobres, todas as etnias, credos de todo o planeta fazem poses conhecidas em inglês como “duckface” ou “cara de pato”, e infelizmente esse costume já esta presente entre nossos jovens. Mais parece que foram despertos por alguma força, e como “zumbis” declaram nas fotos sua fidelidade. Ou simplesmente copiam o que não entendem, mas acham interessante. Macaco vê, macaco faz. Neste artigo, tentarei mostrar que essa mania entre os adolescentes pode não ser tão sadia assim. É preciso ter cuidado com certos costumes, pois podemos passar uma imagem destorcida, e não há coisa mais importante do que nossa reputação. A Bíblia nos ensina: “Abstende-vos de toda a aparência do mal” (1Ts 5:22). O mundo impõe cada vez mais, pressão sobre nossos jovens, e se aproveita da jovialidade, espontaneidade, alegria de viver que eles têm para disseminar coisas erradas. Satanás é astuto e fará qualquer coisa para comprometer os escolhidos. Antes de entrarmos no assunto propriamente dito, vamos analisar alguns temas.

O poder da imagem

Segundo o filósofo norte-americano Ralph Waldo Emerson, “os olhos conversam tanto quanto as línguas que utilizamos, com a vantagem de que o dialeto ocular, embora não precise de dicionário, é entendido no mundo todo.”[1]

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Um dia para recordar

Em seu cativeiro, os israelitas até certo ponto tinham perdido o conhecimento da lei de Deus, e haviam-se afastado de seus preceitos. O sábado tinha sido geralmente desrespeitado, e as cobranças dos maiorais de tarefas tornaram sua observância aparentemente impossível. Mas Moisés mostrara a seu povo que a obediência a Deus era a primeira condição de livramento; e os esforços feitos para restaurar a observância do sábado vieram a ser notados pelos seus opressores.1

Deus prometera ser o seu Deus e tomá-los para Si como um povo após a milagrosa libertação do cativeiro egípcio. O suprimento de provisões começara agora a diminuir. Como se deveria suprir o alimento para aquelas vastas multidões? Dúvidas enchiam o coração deles, e de novo murmuraram. Mesmo os príncipes e anciãos do povo se uniram nas queixas contra aqueles dirigentes que tinham sido designados por Deus.

Não haviam, até aquele momento, sofrido fome; suas necessidades presentes eram supridas, mas temiam pelo futuro.2

God is in control – Avalon – Legendado em Português

Em aniversário da Bíblia King James é dito que o rei Davi era gay

Portal GNotícias, 26.01.2011.

A Rádio 4 da BBC marcou o aniversário de 400 anos da publicação da Bíblia do Rei James afirmando que o rei Davi, o rei judeu do Antigo Testamento que matou o gigante filisteu Golias, estava no “único relacionamento gay” da Bíblia.
Num programa que trata de literatura, parte de uma série sobre a histórica tradução da Bíblia, levado ao ar no domingo, 9 de janeiro, o dramaturgo Howard Brenton afirmou que Davi estava apaixonado por Jonatas, filho do rei Saul.
Brenton disse: “Para um leitor secular a história do amor de Davi e Jonatas é obviamente homossexual, o único relacionamento gay na Bíblia”. Brenton reconheceu que essa ideia é “polêmica”.
A Bíblia King James, aprovada pelo Rei James I da Inglaterra em 1611, é renomada até mesmo entre não cristãos pela beleza de sua tradução inglesa do século XVII; foi a primeira Bíblia a ser publicada na língua inglesa. A versão do Rei James foi preparada por uma equipe de 47 dos melhores eruditos bíblicos da época e permanece uma das versões mais amplamente lidas no mundo de língua inglesa até hoje.
Esta não é a primeira vez que os secularistas e os homossexualistas afirmaram que certos personagens da Bíblia, inclusive o próprio Cristo, eram homossexuais. A profunda amizade retratada entre Davi e Jonatas é muitas vezes citada pelos revisionistas bíblicos homossexuais, mas outros casos são frequentemente mencionados também, inclusive o amor e lealdade entre Noemi e sua nora Rute.
A BBC é agora rotineiramente alvo de críticas lamentando o preconceito anticristão em sua cobertura do Cristianismo e assuntos relacionados. Durante a preparação para a visita do Papa Bento 16 à Inglaterra em setembro passado, a BBC conduziu o que equivaleu a uma campanha de programação antipapal e anticatólica que levou Keith O’Brien, cardeal arcebispo de Edimburgo, a acusar a emissora de estar contaminada por “uma mentalidade radicalmente secular e socialmente esquerdista”.
No começo deste mês, Damian Thompson, editor do jornal Catholic Herald e colunista do jornal Daily Telegraph, afirmou: “Em lugar nenhum das produções da BBC o preconceito liberal-esquerdista é mais frequentemente aplicado do que na programação de domingo da Rádio 4”.
“Se você acha que realmente não ouviu nenhuma manifestação de desprezo, tente escutar algumas das ‘reportagens’ da Rádio 4 que envolvem conservadores cristãos”, comentou Thompson.
Um memorando interno vazado em 2006 confessou que a BBC está dominada por homossexuais e que alguns executivos da BBC estão profundamente frustrados com o compromisso da empresa com “ideologias politicamente corretas” e políticas sociais esquerdistas à custa da integridade e objetividade jornalística.

Nota Realidade em Foco: Realmente cada meio de comunicação tem o direito de propagar as informações como bem entende desde que assuma as consequências daquilo que veicula. Agora, é fundamental que exista a possibilidade de o contraditório ser apresentado. Ou seja, se há veiculação de que historicamente o rei Davi era gay, é importante que sejam ouvidos especialistas, teólogos e historiadores que podem oferecer uma visão mais ampla do assunto e apresentar outra opinião a respeito. Nada contra os homossexuais, mas não se pode querer adaptar a história a conceitos pessoais ou mesmo de um determinado grupo de pessoas. Este é o tipo de informação que só vale a pena se for contemplados os diferentes pontos de vista. Caso contrário, torna-se opinião pessoal mascarada de notícia puramente informativa.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Tempo de solidariedade

solidariedadeAinda ecoa entre a humanidade o episódio de um sábado. Não me arrisco a chamá-lo de um sábado qualquer, porque foi um sábado especial. Pelo menos para o homem que, em algumas versões da Bíblia Sagrada, é denominado simplesmente de o homem da mão ressequida ou seca, ou ainda mirrada. A história não deixou menções do nome desse indivíduo e tampouco detalhes de sua doença, mas ali é dito que ele foi curado, dentro da sinagoga, por Jesus Cristo. Sua mão direita voltou ao normal. Gosto da narrativa do evangelista Marcos, que a faz no capítulo 3, a partir do primeiro versículo, embora a mesma esteja presente, também, nos escritos de Mateus e Lucas.

Há dois pontos que me chamam a atenção neste relato de milagre praticado por Jesus Cristo. O primeiro ponto é que Jesus se importa com as pessoas, especialmente com o sofrimento humano. Ele demonstrava empatia verdadeira pelas pessoas que o rodeavam não importava qual fosse a condição delas. Atendia de maneira amorosa e misericordiosa tanto centuriões e líderes da sinagoga judaica, quanto pobres, desvalidos e marginalizados pela sociedade da época. Não sabemos profundamente qual era a situação deste homem da mão ressequida, mas podemos deduzir, a partir da história, que era um cidadão visto com inferioridade por muitos. Ter uma deficiência nos tempos de Jesus, como infelizmente hoje ainda é em muitas situações, significava ter menos acessos, menos oportunidades e menos apreciação por parte dos que se consideram “perfeitos”.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

O Sábado Através dos Séculos

relogio-sabado

“Então a semente espiritual de Abraão [os cristãos] fugiram para Pela, do outro lado do rio Jordão, onde encontraram um lugar de refúgio seguro, e assim puderam servir a seu Mestre e guardar o Seu sábado.” Eusebius’s Ecclesiastical History
Filo, filósofo e historiador, afirma que o sábado correspondia ao sétimo dia da semana.

SÉCULO II
“Os cristãos primitivos tinham grande veneração pelo sábado, e dedicavam o dia para devoção e sermões. … Eles receberam essa prática dos apóstolos, conforme vários escritos para esse fim.” D. T. H. Morer (Church of England), Dialogues on the Lord’s Day, Londres, 1701

SÉCULOS II, III, IV
“Desde o tempo dos apóstolos até o Concílio de Laodicéia [364 d.C.), a sagrada observância do sábado dos judeus persistiu, como pode ser comprovado por muitos autores, não obstante o voto contrário do concílio.” John Ley, Sunday A Sabbath, Londres, 1640

SÉCULO III
“Pelo ano 225 d.C., havia várias dioceses ou associações da Igreja Oriental, que guardavam o sábado, desde a Palestina até a Índia.” Mingana Early Spread of Christianity

sábado, 15 de janeiro de 2011

Big Besteirol Brasil

O segredo do sucesso dos reality shows e o que se espera dos cristãos

Trabalhei numa empresa multinacional, com faturamento anual de 1 bilhão de reais e que empregava 2 mil funcionários apenas no Brasil, e que não foi páreo para um personagem criado há poucos anos pela telinha. Explico. Num belo dia, estava na área de Customer Care (área em que trabalhavam só mulheres), para solicitar a uma usuária chave me disponibilizar algumas informações em caráter de urgência, pois havia um caminhão carregado de nossos produtos “presos” na recepção de um dos chamados Key Accounts (grandes clientes), por inconsistência de informações. De repente, outra garota chegou esbaforida, dizendo: “Gente, adivinha quem está lá embaixo, no prédio? O Alemão!!! Houve um tremendo de um alvoroço. Nunca vi nada igual. Parecia que todo o prédio estava a soçobrar. Correria para todos os lados, gritos, maquiagem e batom de última hora, celulares com disparadores de fotos em punho, e todas correram em direção às duas saídas do 7º andar.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Abstinência antes do casamento ajuda vida sexual

Um estudo publicado pela revista científica Journal of Family Psychology, da Associação Americana de Psicologia, sugere que casais que esperam para ter relações sexuais depois do casamento acabam tendo relacionamentos mais estáveis e felizes, além de uma vida sexual mais satisfatória. Entre os ouvidos para a pesquisa, pessoas que praticaram abstinência até a noite do casamento deram notas 22% mais altas para a estabilidade de seu relacionamento do que os demais. As notas para a satisfação com o relacionamento também foram 20% mais altas entre os casais que esperaram, assim com as questões sobre qualidade da vida sexual (15% mais altas) e comunicação entre os cônjuges (12% maiores). Para os casais que ficaram no meio do caminho - tiveram relações sexuais após mais tempo de relacionamento, mas antes do casamento - os benefícios foram cerca de metade daqueles observados nos casais que escolheram a castidade até a noite de núpcias.

Mais de duas mil pessoas participaram da pesquisa, preenchendo um questionário de avaliação de casamento online chamado RELATE, que incluía a pergunta “Quando você se tornou sexualmente ativo neste relacionamento?”

Apesar de o estudo ter sido feito pela Universidade Brigham Young, financiada pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, também conhecida como Igreja Mórmon, o pesquisador Dean Busby diz ter controlado a influência do envolvimento religioso na análise do material.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Adote Um Aluno

Um projeto desenvolvido por professores voluntários, em parceria com a Rádio Novo Tempo, quer incluir mais crianças africanas na escola. As crianças provenientes de famílias carentes da cidade da Beira, em Moçambique, precisam de apenas R$ 10 por mês para se manterem no Colégio Adventista de Chamba durante um ano.
Além de alfabetizar os alunos, a ajuda financeira dá direito a um uniforme e a um lanche por dia. De acordo com uma das coordenadoras do projeto, a brasileira Érica Batista, esta é a única refeição diária de maioria dos alunos.” As crianças sofrem as conseqüências de um sistema educacional precário no país que foi destruído pela guerra e que carrega marcas da escravidão”, explica.

Igreja Universal vai indenizar Xuxa em R$ 150 mi

REVISTA CONSULTOR JURÍDICO [extraído do Clipping de Notícias do TRE/SP]

Qualificada como "satanista" pela Folha Universal e acusada de ter vendido sua alma para o demônio por US$ 100 milhões, a apresentadora Maria da Graça Xuxa Meneghel receberá R$ 150 mil de indenização por dano moral da Editora Gráfica Universal, responsável pela publicação. A decisão é da juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca (RJ).
De acordo com a juíza, não há na reportagem um traço sequer de informação, mas sim de especulação, sem que tenha sido dada à autora a oportunidade de ser ouvida sobre o seu teor.

Na petição inicial, Xuxa declarou que tem uma imagem pública a zelar, principalmente no meio infantil. De acordo com ela, as declarações da Folha Universal causaram danos morais, sobretudo por ser ela uma pessoa de muita fé.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Disciplina na Igreja

Tendo em vista que recebo muitos e-mails de pessoas que têm dúvidas sobre questões administrativas, em especial relativas à Disciplina Eclesiástica, aproveito para colocar aqui algumas diretrizes que possam ajudar a clarear este tema.

À igreja foi conferido o poder de agir em lugar de Cristo. É o instrumento de Deus para a conservação da ordem e disciplina do Seu povo. A ela delegou o Senhor poderes para dirimir todas as questões concernentes à sua prosperidade, pureza e ordem” - Manual da Igreja Adventista do 7º Dia.

Algumas Perguntas Enviadas por Internautas

1. Alguém pode ser disciplinado por deixar de devolver o dízimo?

domingo, 9 de janeiro de 2011

Enoque andou com DEUS

Coletânea elaborara Pelo Prof. Sikberto R. Marks

Podemos viver como Enoque? Claro que sim, veja a seguir como ele andou com DEUS. O modo como Enoque andou com DEUS teve quatro características. Elas foram explicitadas no resumo “Como Enoque andou com DEUS”. É ler e aplicar na vida diária, pois se trata de algo bem simples, ao alcance de todos.

“Eu quisera impressionar o espírito de todo obreiro da causa de Deus com a grande necessidade de contínua, fervorosa oração. Eles não podem estar constantemente de joelhos, mas podem erguer o coração a Deus. Assim foi que Enoque andou com Deus. Review and Herald, 10 de novembro de 1885.” (Evangelismo, 681)
“Enoque andou com Deus, e, a despeito disso, não viveu no meio de qualquer cidade corrompida com todas as espécies de violência e iniqüidade, como Ló em Sodoma. Manuscrito 94, 1903.” (Evangelismo, 68)
“E como Enoque andava com Deus? Habituou a mente e o coração a sempre sentirem que ele se achava na presença de Deus, e quando estava perplexo, suas orações ascendiam a Deus, para que o guardasse.” (Eventos Finais, 71)
“Irmãos, orai no lar, em família, de noite e de manhã; orai ferventemente em vosso retiro; e enquanto empenhados em vosso labor diário, erguei a alma a Deus em oração. Foi assim que Enoque andou com Deus.” (Lar Adventista, 213)
“Eles tiveram todo o cuidado em conservar-se em contato com Deus. Oravam e estudavam, e introduziam na vida prática um espírito estrito e conscienciosamente humilde. Andavam com Deus, como Enoque andou.” (Medicina e Salvação, 276)

sábado, 8 de janeiro de 2011

Um dia Feliz

“Seis dias trabalhareis, mas o sétimo será o sábado do descanso solene, santa convocação; nenhuma obra fareis; é sábado do Senhor em todas as vossas moradas” (Levítico 23:3).

Deus Se aproxima de Seu povo durante o dia por Ele abençoado e santificado. Seguindo o exemplo do Criador, deveria o homem repousar neste santo dia, a fim de que, ao olhar para o céu e para a Terra, pudesse refletir na grande obra da criação de Deus; e para que, contemplando as provas da sabedoria e bondade de Deus, seu coração pudesse encher-se de amor e reverência para com o Criador.1

Como se preparar – Durante toda a semana nos cumpre ter em mente o sábado e fazer a preparação indispensável, a fim de observá-lo conforme o mandamento. Não devemos observá-lo simplesmente como objeto de lei. Devemos compreender suas relações espirituais com todos os negócios da vida.2 A oração diária dos que observam o sábado deve ser no sentido de que a santidade do sábado permaneça com eles.

Quando o sábado é desta forma lembrado, as coisas temporais não influirão sobre o exercício espiritual de modo a prejudicá-lo. Nenhum serviço relacionado com os seis dias de trabalho será deixado para o sábado.3 Ninguém deve se absorver tanto durante a semana com as coisas temporais e ficar tão exausto devido aos esforços para conseguir o ganho terreno, que no sábado não tenha forças ou energias para empregar no serviço do Senhor.4

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Ranking de perseguição mostra que dos 10 lugares mais perigosos para um Cristão viver, 8 são islâmicos

Ao mesmo tempo em que líderes mundiais protestam contra o assassinato de 21 cristãos num bárbaro atentado à bomba de extremistas contra uma igreja cristã de Alexandria, no Egito, há poucos dias, um relatório que avalia a perseguição contra cristãos, divulgado nesta quarta-feira, 5 de janeiro, pela missão Portas Abertas Internacional, sediada nos Estados Unidos, confirma os países islâmicos como os lugares onde há mais perigo e violência contra cristãos.

Segundo o “Open Doors 2011 World Watch List”, que avalia as condições em que vivem os cristãos em 77 nações e, em seguida, classifica os 50 primeiros onde é mais difícil praticar tal fé, apesar da Coreia do Norte ser a terrível anticampeã pela nona vez (permanecendo como o primeiro lugar em nível de perseguição aos seguidores de Jesus), na lista dos dez mais perigosos lugares para um cristão viver, oito são países de maioria muçulmana. Dos 30 primeiros países na lista, apenas sete têm outro tipo de grupo que não os extremistas islâmicos como os principais perseguidores dos cristãos.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Como Reavivar uma Igreja?

Por que os cultos em algumas igrejas Adventistas são tão "frios" e "desanimados"?

Por que alguns sermões não alcançam os corações dos adoradores?

Por que existe tanta frieza na vida espiritual de alguns Adventistas do 7º Dia?

Por que a Igreja Adventista não utiliza o modelo de culto de outras denominações, cujas reuniões estão sempre repletas de pessoas?

Estas são algumas das perguntas que frequentemente são feitas aos líderes Adventistas. Recentemente recebi um e-mail de um assíduo leitor deste blog, o qual me fez diversas indagações sobre nossa maneira de adoração, em especial sobre o estilo dos cultos, que, às vezes, não produzem a sensação de que houve realmente um encontro com Deus.