sábado, 27 de novembro de 2010

Evangelismo Pela Tecnologia


O presidente mundial da Igreja Adventista, Pr. Ted Wilson, referiu, como parte de uma declaração efetuada no dia 28 de julho aos funcionários residentes da Conferência Geral, que os próximos cinco anos verão uma continuada ênfase no alcance das pessoas através dos meios tecnológicos.

Além dos evidentes Hope Channel e Rádio Mundial Adventista, o Pr. Wilson mencionou os vários ministérios web da igreja.

Efetivamente, nos anos mais recentes, têm-se notado um esforço neste sentido que ultrapassa muito a estrita dimensão institucional. Em vários lugares, sobre diferentes temas, são muitos os irmãos leigos – entre os quais alegremente me incluo – que, pessoalmente, retiram algum do seu tempo para encetar esta que é uma verdadeira e valiosa aventura: usar a web para espalhar, dentro das suas capacidades e possibilidades, as boas novas que Jesus em breve voltará!


Pessoalmente, e como já tive oportunidade de o referir, comecei este espaço apenas para partilhar de forma assumida algumas reflexões pessoais sobre o mundo em que vivemos, tendo em conta o pouco tempo que lhe resta. Quase sem me aperceber, foi-se formando uma boa rede de amigos leitores que muito prestigiam este blogue. Pelos relatos e mensagens que tenho recebido, consigo perceber como Deus pode usar um errante em Seu favor, quase sem que ele disso se aperceba. Repito-o: se este espaço é útil a alguém, todo mérito deve ser dado ao Deus Criador e nenhum à mão humana que escreve estas linhas.

Consigo vislumbrar o mesmo em outras páginas que visito regularmente. Intenções esforçadas e abnegadas conseguem instruir e fortalecer os irmãos com as verdades bíblicas que são cada vez mais importantes – sei-o porque eu mesmo me sinto assim ao consultá-los!

Ainda hoje, alguém me confessou que está a pensar abrir um espaço semelhante na web. Que vá em frente sem hesitação!

Creio que não é por acaso que Deus tem permitido aquilo que alguns chamam de democratização da internet: as plataformas de blogues e websites pessoais. Todos podem ter uma voz ativa, muito para além da discreta e anónima cruz que se coloca num boletim de voto, muitas vezes mais para interesse de outros do que do próprio.

Claro está que, mesmo entre nós, Adventistas, isso permite exageros e muita futilidade pelo meio; mas é seguro que, como em todas as áreas da sociedade, há um apuramento do que é realmente significativo, proveitoso, eficaz e produtivo (diria também relevante, mas saiba que este e os anteriores adjetivos não se aplicam aos conteúdos de quem os usa, mas sim aos de quem os pratica!).

Entre aqueles, estão os que parecem encontrar mais realização na crítica aos que se esforçam em prol da Verdade que é Jesus, do que na própria pregação de uma menagem de consequências eternas. Pelo pouquíssimo que deles acompanho, parecem mais pertencer ao Movimento da Reforma do que aos Adventistas do Sétimo Dia… É deixá-los; sobre eles recairá a predição de Gamaliel: se a obra for de Deus, prosperará; se não for, logo fracassará

Entretanto, e voltando ao importante da questão, também penso que haverá um cada vez maior envolvimento dos irmãos no trabalho missionário, usando os meios tecnológicos. Sem retirar o valor à posição de cada uma das partes, pergunto: será que os irmãos ainda estão à espera dos pastores e líderes para se entregarem mais e mais à tarefa que Jesus deu a esta igreja?

Caro irmão, pense nisto: Golias era o soldado profissional; David, era o leigo… Se Deus o chama para se envolver na Sua obra, nesta ou qualquer outra área, porque razão haverá de não seguir em frente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário