segunda-feira, 15 de novembro de 2010

ED MOTTA, LEONARDO GONÇALVES E RENATO MAX NO CITIBANK HALL

2 comentários:

  1. Bom..Também concordo com não aceitar esse tipo de coisas com mebros da igreja por que também sou cantor a anos na igreja e tomei uma diciplina de 6 meses quando estava numa temporada de louvar com o os meninos que eu cantava por uma coisa que eu fiz uma falha minha por namorar com uma garota que não era cristã e fiquei sem cantar seis meses e ate hoje eh assim com qualquer membro gosto muito do Leonardo Gonçalves e canto muitas musicas dele mais a Igreja não toma providencias nenhuma com quem é da Socialight, como ele é filho de uma história de nomes de altura na novo tempo creio que isso ai vai ficar abafado e não vai dar em nada que nem o reboliço que fizeram com Alessandra Samadelo Agora vai um eu da vida que to começando com muito esforço gravar o meu CD vacilar na Igreja que As pessoas se puderem me queimarão vivo como um sacrificio até mais..

    ResponderExcluir
  2. não encaro isso como um vacilo! concordo com oq o ed falou sobre as separações das musicas. a musica em si é vazia! não é santa nem profana! oq define isso é a intenção e o coração de quem faz! lógico q eu estou falando da boa musica! stevie wonder fez uma musica falando de sua felicidade quando sua filha nasceu. é uma musica simples, bonita e q em momento nenhum contradiz a minha fé!

    e também quero deixar claro que respeito opinião e crença de outras denominações religiosas que não a minha, só estou deixando a minha opinião!

    ResponderExcluir