quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Pensamentos de um dia qualquer




Por Leonardo Pereira
Você é responsável pelas palavras que fala e pelos textos que escreve. Será cobrado pelos ensinamentos que propaga e você se torna parecido com as coisas que acredita.
Muitas vezes estar certo não é tão importante, pois sabemos que um bom coração está sempre pronto para mudar e demonstrar arrependimento, mas um orgulhoso com “a verdade”, só causa problemas.
Esses dias parei para imaginar se Jesus chegaria nas igrejas e saudaria a igreja com “Boa noite igreja do Avivammmmennnntooooouuuuuu”.
Ai falaria: “Está fraco”: “ Boa noite igreja do Avivammmmennnntooooouuuuuu”.
Acredito que as primeiras pessoas que disseram essas frases, podem realmente ter sido sinceras, mas hoje vemos crianças, literalmente, falando, repetindo essas frases… também vejo pessoas e pastores, que na empolgação copiam “campanhas” que pregadores famosos fizeram, sem se preocupar com a origem, mas simplesmente pensando nos resultados.
Eu acho lindo observar crianças imitando os pais na igreja, e aprendendo a dizer amém, e até mesmo a orar, mas quando se trata de meras frases repetidas, eu fico com pena delas e lembro-me do amor de Jesus pelas mesmas.
Também tentei imaginar Jesus gritando: “Espírito de pobreza saia… espírito do cigarro… da bebida… da gripe suína… dengue…
Lembrei da Bíblia e vi o Mestre desenhando na areia, acho que ele gostava das artes, lembrei dele comendo, bebendo, ensinando e quebrando tudo no templo. Eu entendo que Jesus realmente se preocupava com as pessoas, não simplesmente para resolver um problema, mas ele gastava tempo com as pessoas, tinha diálogos e ensinava tanto multidões como ensinava pessoas individualmente.
Também tentei imaginar Jesus num culto sem bater palmas, tentei imaginar Ele num culto batendo palmas, ou num culto sem milagres ou ainda em culto com milhares de milagres… Tentei, tentei e não sei bem o que pensar.
Tem dias que eu acordo e penso que a nossa idolatria é tentar ser diferente de Jesus, pois já ouvi alguém falar que idolatria é querer ser igual, ou maior do que Deus, ou fazer o contrário do que Ele nos ensina. Jesus nos mostra ensinamentos lindos, mas teimamos em fazer diferente.
E lembrando do texto de Eclesiastes 3.12-13:
“Sei que nada há melhor para o homem do que regozijar-se e levar vida regalada; e também que é dom de Deus que possa o homem comer, beber e desfrutar o bem de todo o seu trabalho”.

Sei apenas que talvez comer o melhor dessa terra não seja ter o mais caro na mesa, mas sim comer com as pessoas que não tem nada, ou dar valor para as coisas que muitos têm rejeitado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário