terça-feira, 31 de agosto de 2010

Migração de Blog

Conforme havia anunciado, o Comportamento Cristão estava passando por um processo de migração, onde recebia os posts de outro blog (Vídeos Cristãos Preferidos).

Hoje a migração foi completada. A partir de agora, todo o conteúdo do Vídeos Cristãos Preferidos está disponível aqui e o blog anterior será eliminado em alguns dias.

Obrigado!

sábado, 28 de agosto de 2010

Entrevista: Professor de Teologia fala sobre a relação entre Igreja e Estado


Num ano eleitoral como o que estamos vivendo, dúvidas sobre a relação entre religião e política sempre vêm à tona: candidatura de adventistas, uso do púlpito para fins políticos, afiliação a partidos políticos e a responsabilidade civil do cristão se tornam temas recorrentes. Por isso, a Revista Adventista entrevistou o pastor Márcio Costa, professor de Teologia da Faculdade Adventista da Amazônia (Faama), que acabou de retornar ao Brasil depois de morar 13 anos nos Estados Unidos.

Na América do Norte, ele teve a oportunidade de estudar Engenharia Aeronáutica, Ciência da Computação e Administração, formação que utilizou no trabalho de logística e pilotagem de aviões missionários. Depois de receber o convite para atuar na área acadêmica, cursou a graduação, mestrado e doutorado em Teologia na Andrews University, instituição em que defendeu sua tese sobre a relação da Igreja com o Estado nos escritos de Ellen G. White.

Nesta entrevista, ele explica como o conceito do grande conflito entre o bem e o mal norteou a visão da profetisa adventista sobre a relação entre política e religião, e opina sobre o posicionamento ideal dos adventistas quanto às questões civis. Márcio tem 46 anos, é casado com a enfermeira Jane Vianel e tem duas filhas: Stephanie, de 10 anos, e Giovanna, de 8 anos. Além de lecionar no seminário, atua como pastor da Igreja da Faama.

sábado, 21 de agosto de 2010

5 Maneiras de Afastar os Filhos da Igreja

É um tremendo alerta para os pais, especialmente aqueles que têm filhos em idade de formação do caráter e da consciência religiosa (5 aos 12 anos). E também é uma resposta à célebre pergunta que muitos se fazem: “por que meu filho abandonou a igreja, se eu fiz o máximo para ele permanecer nela?”.

AS 5 MANEIRAS DE AFASTAR SEU FILHO DA IGREJA

1. Diante das menores dificuldades, tais como, indisposição, chuva, frio, cansaço, não vá aos cultos. Com isso seu filho vai crescer com a idéia de que freqüentar as reuniões não é assim tão necessário.

“… e considerem-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia” (Hebreus 10:25-25),

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Testemunhar: Sim e Sempre!

Ontem falava com um amigo que me contou algo de interessante. Disse-me ele que conversava com alguém que lhe perguntou como estava a família. Em resposta, o meu amigo respondeu-lhe que apesar das dificuldades, Deus estava com eles e os guiava pelo caminho. Então, continuou a falar sobre Deus dando o seu testemunho pessoal de como Ele agia na sua vida e na da sua família. No final, a outra pessoa estava com as lágrimas nos olhos de ouvir o seu relato.

Este meu amigo não é alguém dado a muitos discursos. Por isso me confessou que nem percebeu muito bem a própria atitude espontânea que teve naquela conversa. No entanto, o impacto causado na outra pessoa foi bem grande, muito para além do que se poderia imaginar a princípio.

Às vezes parecemos estar à espera de uma grande e boa oportunidade para apresentarmos o nosso testemunho sobre Jesus. Como que aguardamos cirurgicamente pela ocasião certa, com todas as condições reunidas para que isso aconteça. Não percebemos, porém, que isso é um erro; o testemunho é algo que deve, e pode, estar sempre presente.

domingo, 8 de agosto de 2010

Desenvolvendo a paciência, o caráter

“Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações; Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.” Tiago 1:2 a 4, ACF)

A purificação do ouro é algo trabalhoso, e pode-se dizer que um tanto “dolorido” para a pedra de ouro que vai ao fogo. Uma temperatura altíssima a ponto de derreter a pedra fazendo com que a sujeira venha para cima do liquido que se formou, sendo por fim retirada. Depois de um trabalho árduo, temos uma joia impecável.

Deus requer de Seu povo uma purificação, para que o Seu Espírito seja derramado. Nestes últimos dias nos compete remediar de uma vez por todas nossas falhas de caráter e refletirmos completamente a Cristo, pois deste ponto depende a Sua volta.

Atenção - Aviso Importante

Atenção, este é um aviso importante. Este Blog está passando por alterações.

A partir de hoje e durante algum tempo, o Comportamento Cristão passará por um processo de incorporação de outro blog de minha autoria, o Vídeos Cristãos Preferidos.

Para o leitor do Comportamento Cristão isso representará maior diversidade de conteúdo. Os novos posts do Vídeos Cristãos serão publicados aqui no Comportamento Cristão e os antigos serão inseridos nas postagens antigas, acompanhando as mesmas datas do blog anterior.

Assim que a incorporação terminar o blog Vídeos Cristãos será excluído.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Os Adventistas e a Política

Pr. Alberto Ronald Timm

Notícias sobre crises políticas e corrupções governamentais acabam polarizando a opinião pública dos países afetados. É curioso ver, de um lado, políticos questionáveis se fazendo de vítimas para continuar recebendo o apoio popular e, do outro lado, oposicionistas que aproveitando a situação para se autoproclamarem os únicos salvadores da pátria. A o mesmo tempo em que vários políticos tradicionais vão perdendo a credibilidade, algumas denominações evangélicas tem-se mobilizado politicamente, a ponte de montarem sua próprias bancadas em câmaras de vereadores, nas assembléias legislativas na Câmara dos Deputados e mesmo no Senado Federal, sob o pretexto de que os políticos evangélicos são mais honestos e confiáveis.

A crescente militância política evangélica tem suscitado algumas indagações importantes entre os próprios adventistas:
1ª) Deveriam os adventistas continuar politicamen­te passivos ou assumir uma postu­ra mais agressiva diante das crises governamentais?
2ª)Como a Igreja Adventista do Sétimo Dia encara a candidatura de alguns de seus membros a cargos políticos através de eleições públicas?
3ª) Que critérios devem ser usados na escolha dos candidatos em quem votar?