segunda-feira, 15 de março de 2010

Formando novos Líderes

Hoje em dia, muito se fala sobre "discipulado", tanto dentro quanto fora da Igreja.

No mundo empresarial - do trabalho - os bons líderes demonstram seu potencial exatamente através da capacidade de "gerarem" novos líderes.

Preparando Novos Líderes

Há um velho adágio que diz: “Ninguém fica para semente”.
Em todo setor da vida sempre há a hora de transição. É quando o líder deixa o seu lugar para outro. Isto ocorre por duas maneiras:


a) Livre iniciativa ou
b) Livre pressão.

Preparar pessoas para nos sucederem é uma tarefa de suma importância para as nossas igrejas. Se você é um oficial da igreja de Cristo também é responsável por aquele que vai deixar no seu lugar para continuar a tarefa.

Moisés e Josué
Um exemplo claro de um homem que preparou o seu sucessor foi Moisés. Vejamos os passos que ele deu para prepará-lo.

1. Instruiu Josué (Deut. 31:1-8)
2. Reconheceu suas limitações - Um líder nessas condições pouco pode fazer pela igreja. Quantos se encontram nessa situação e não passam o cargo, alegando que não há ninguém para substituí-lo?! Está demonstrando que falhou em não preparar alguém.
3. Moisés sentiu que a missão que havia recebido de DEUS tinha finalizado (v.1).
No momento de passar para Josué o cargo, ele procura estimulá-lo com mensagens positivas.

O que Procurar em um Candidato a Líder?

Quais os pontos que devem ser observados na escolha de um líder?
Temos que ter cuidado para não colocarmos pessoas imaturas, sem capacidade e despreparadas para ocuparem posições importantes na igreja.

Portanto, devemos observar as seguintes características nas pessoas que serão escolhidas.

1. Se tem potencial de liderança
• Nas reuniões de Comissões, esta pessoa assume posições inteligentes e sensatas?
• É uma pessoa pronta para ajudar, solícita?
• Os outros grupos respeitam e ouvem as suas opiniões?

2. Se é de fácil relacionamento
• Não basta ter disposição para ajudar, precisa saber se comunicar com os demais membros.
• Suas opiniões devem ser maduras.

3. Se é equilibrado emocionalmente
• É daquelas pessoas que “explodem” com facilidade?

4. Se é de padrão elevado
• Não basta ser conhecedora da Bíblia. É necessário que tenha uma vida moral que não traga vergonha para a Causa do Evangelho.

5. Se é madura na fé cristã
• Pode ser uma pessoa muito culta intelectualmente (um professor universitário, por exemplo), mas também é necessário que tenha vivência na igreja.

6. Se é um cristão firme nas doutrinas
• O líder precisa ter convicção naquilo que crê, para poder congregar a si outras pessoas.

7. Se é uma pessoa dependente de DEUS

Como Treinar Um Novo Líder

Não basta as pessoas terem estas qualidades que mencionamos acima. Também é necessário treiná-las.
• Tire tempo para conversar com o novo líder sobre os objetivos da igreja.
• Recuse paulatinamente a dependência de suas idéias, e deixe o novo líder assumir as decisões dele.
• Encha-o de todas as informações possíveis sobre estrutura e funcionamento da igreja.
• Incentive-o a ler cada vez mais.
• Não o desanime. Fale sobre as dificuldades de forma positiva.
• Ame-o, apesar de saber que ele o substituirá algum dia.
• Responsabilize-o por dirigir um período enquanto você apenas observa, e depois conversem sobre como tudo aconteceu (o feedback, lembra?).

Tenha muito cuidado com os favoritismos pessoais, pois isto poderá condicioná-lo a ver as qualidades somente na pessoa de quem você gosta.

Além de tudo, ore. Principalmente, ore antes e durante os momentos em que as pessoas estão sendo escolhidas para ocupar cargos da igreja. E depois continue orando pelos que foram indicados e escolhidos.

Fonte: Apostila de Liderança, SALT-IAENE 2004

Autor: Prof. Gilson Medeiros 

Nenhum comentário:

Postar um comentário