quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Verdadeiras expectativas para 2011

Ao começar um novo ano e olhar para o futuro que nos aguarda poderemos ficar inseguros, com medo e talvez temerosos quando aos desafios de um futuro incerto. Quantas vitórias mas também quantas lutas, problemas e dificuldades você enfrentou em 2010.

Porém ao olhar para trás vejo que “ao recapitular a nossa história passada, havendo revisado cada passo de progresso até ao nosso nível atual, posso dizer: Louvado seja Deus! Ao ver o que o Senhor tem efetuado, encho-me de admiração e de confiança na liderança de Cristo. Nada temos que recear quanto ao futuro, a menos que esqueçamos a maneira em que o Senhor nos tem guiado, e os ensinos que nos ministrou no passado.” Eventos Finais, 72.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Conexão JA entrevista Marina Silva e discute a responsabilidade ambiental dos adventistas

Marina Silva fala sobre a

Tatuí, SP... [ASN] A revista dos jovens adventistas começa 2011 pegando carona na onda verde. A matéria de capa, assinada por Diogo Cavalcanti, discute a responsabilidade ambiental da Igreja Adventista e de seus membros e relata iniciativas que mostram um interesse ainda incipiente, mas indispensável, pelo tema na comunidade adventista. A reportagem também trata da polêmica quanto à fonte do aquecimento global, se esse seria fruto das ações predatórias do homem ou resultado de mudanças climáticas naturais. E mais, o que isso teria a ver com a visão bíblica sobre o fim do mundo.

Em entrevista exclusiva, a senadora Marina Silva, que recebeu expressivos 20 milhões de votos na última eleição para presidente da República, fala sobre sustentabilidade, política e religião. Marina, que é um ícone do idealismo verde que tem mexido com a cabeça da nova geração, respondeu questões relacionadas a suas bandeiras, trajetória e fé. Uma conversa que vale a pena conferir com uma personagem diferenciada da política nacional contemporânea. Marina ainda falou sobre seu respeito pela Igreja Adventista e sobre a relação com a sogra e as filhas que são adventistas.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Os 8 Remédios Naturais

Os oito “remédios naturais” são um conjunto de hábitos os quais, se adotados no estilo de vida, nos ajudarão a evitar praticamente qualquer doença e a controlar a massa corporal. O que segue abaixo, não é uma prescrição profissional. São dicas a serem seguidas sob a análise de pessoas aptas a aconselhar. Mas vale ressaltar que muitos profissionais da saúde não são adeptos destes conselhos. Porém este desacordo é insignificante para apagar o sucesso daqueles que adotam tal estilo de vida e o prejuízo dos que não o fazem.
O universo natural que nos rodeia ou está em nós é a fonte do que mais nos pode proporcionar saúde: água, alimentação, ar puro, exercícios físicos, luz solar, repouso, abstinência e confiança em Deus.

Os “Oito Remédios Naturais” e Algumas Dicas Sobre Como Usá-los

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O Jardineiro e os três jardins

Apocalipse 14:6 e 7 diz: “Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-Lhe glória, pois é chegada a hora do Seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.”

Se João tivesse usado um computador para registrar essa visão, diríamos que ele “copiou” parte do texto de Êxodo 20:11 e “colou” em seu livro profético. Apocalipse 14 chama atenção para a questão determinante da adoração: devemos temer (respeitar) a Deus. Qual Deus? O todo-poderoso e único Deus Criador do universo; o nosso Criador e Redentor.

Mas o evolucionismo afirma que todos os seres vivos na Terra evoluíram a partir de um ancestral comum que teria surgido no passado remoto (macroevolução). Para os evolucionistas naturalistas, Deus é desnecessário nesse processo. Somos apenas animais racionais. Nada temos de especial em relação aos outros seres, a não ser a capacidade mental. E mais: a história da Criação, como relatada no livro de Gênesis, seria apenas mito. Pura lenda ou alegoria.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

formspring.me

Me questione. Simples assim. http://formspring.me/rogerwillc

Promulgada Lei de Liberdade Religiosa no Peru


Presidente Alan GarciaLima, Peru … [ASN] No Salão Dourado do Palácio do Governo, o presidente da República do Peru, Alan García, promulgou esta semana a Lei de Liberdade Religiosa, que dispõe o reconhecimento por parte do Estado de todas as confissões, em igualdade de condições e com gozo dos mesmos direitos, obrigações e benefícios.
O dignitário destacou que esta norma constitui um fato de importância histórica para a democracia e a liberdade no Peru, pois com ela se põe fim a qualquer resíduo de intolerância. “Esta lei confirma e afirma que somos uma sociedade crente, uma sociedade que em sua imensa maioria tem fé. A Igreja Católica, por sua história, aparece com um enorme peso na cidadania, mas outros cultos, religiões e igrejas têm espaço e têm avançado na conquista e na formação de seus membros”, explicou.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Selo postal celebra os 110 anos da CPB

A Casa Publicadora Brasileira (CPB), uma das quase 60 editoras adventistas espalhadas pelo mundo, completou 110 anos de existência neste ano. Comemorando essa data tão significativa, os Correios prepararam um selo postal especial. Toda a correspondência postada a partir da editora e grande parte da que sair dos Correios de Tatuí nos próximos seis meses levarão o selo comemorativo dos 110 anos da CPB. Carimbos e selos postais comemorativos são marcas que registram e documentam a história através da filatelia – arte de colecionar selos, fixando acontecimentos relevantes através do tempo. O carimbo comemorativo é utilizado por um período determinado na agência central da cidade, estampando com a marca desejada todas as correspondências confiadas àquela unidade.

O selo dos 110 anos da Casa Publicadora Brasileira apresenta, na primeira imagem, a bandeira nacional tremulando ao vento sobreposta pela moldura do mapa do Brasil preenchido pelas flores do ipê amarelo - árvore-símbolo nacional. Na segunda parte, a peça retrata uma vista aérea do parque gráfico da CPB e simboliza a solidez da empresa, que há 110 anos tem como missão produzir materiais para promover o bem-estar físico, mental e espiritual do ser humano. A logomarca dos 110 anos é destacada e centralizada na parte superior do selo. Na parte inferior, aparece o slogan: “Casa Publicadora Brasileira: 110 anos imprimindo qualidade de vida.”
Criacionismo

Calebe, o perseverante

"Naquele dia Moisés jurou, dizendo: Certamente a terra em que pisou o teu pé te será por herança a ti e a teus filhos para sempre, porque perseveraste em seguir ao Senhor meu Deus. (...) Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse." Josué 14: 9,12

Todos temos objetivos, propósitos e até sonhos na vida que almejamos conquistar. Estes são os desafios da vida. Mas, para chegarmos lá, temos que passar por dificuldades e barreiras e, às vezes, temos que enfrentar e lutar sozinhos diante desses obstáculos e montanhas.

Rodrigo Pereira da Silva no Programa do Jô

Entrevista de Rodrigo Pereira da Silva, em 29/11/2010, no Programa do Jô.



sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

O que é devocional?

É aquele período do dia em que separamos um tempo significativo para estar em comunhão com Deus de forma mais íntima. Tempo este que gastamos adorando-O, louvando-O, cultuando-O, lendo a Bíblia e orando.

Objetivos da devocional diária

1. Primeiro objetivo da devocional diária é desfrutar comunhão com Deus.
• Comunhão com Deus é um canal de dois sentidos, entre duas pessoas que se amam – VOCÊ e DEUS.
• Enquanto medita, concentre-se na pessoa de Deus, como está revelado em Sua Palavra. Leia o livro de Salmos, destacando o que Deus é, o que Ele faz

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Lei, liberdade e paz

Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna”. Romanos 6:22

Ufa! Chegou o Sábado! Não sei como que ele chegou para você, se foi na correria ou se você teve tempo de se preparar. Se a sua caminhada durante esta sexta-feira teve a companhia consciente do Senhor do Sábado ou se Ele estava presente em todos os lugares, menos na sua mente e coração... Não importa! Não importa se você está lendo esta meditação em voz alta com família e/ou amigos ou se você lê estas linhas no silêncio da sua mente.

O importante é que você está tomando este tempo agora para ler estas poucas palavras, dando a Deus a oportunidade de se manifestar em sua vida. E é por isso que quero falar com você sobre o essencial, o primeiro passo que precisa ser dado neste momento independente de ser esta a sua primeira tentativa ou milésima vez... a essência sempre será a mesma.

A Posição da Igreja Adventista Quanto aos Jogos de Azar


O jogo de azar afeta cada vez mais e mais pessoas ao redor do mundo. A idéia de ganhar às custas dos outros tem se tornado uma maldição moderna. A sociedade paga o preço pelos crimes associados a ele, pelo amparo à vítima e pelo colapso familiar, o que diminui a qualidade de vida. Os adventistas se opõem grandemente a esse tipo de jogo, uma vez que é incompatível com os princípios cristãos. Não é uma forma apropriada de lazer ou um meio legítimo de levantamento de fundos.

O jogo de azar viola os princípios cristãos de mordomia. Deus identifica o trabalho como o meio apropriado para adquirir benefícios materiais; não o jogo de azar, que nos faz sonhar com o ganho à custa da perda de outrem.

O jogo de azar tem um grande impacto sobre a sociedade. Os custos financeiros resultam de crimes cometidos para saldar uma dívida de jogo, aumento do policiamento e despesas legais, bem como crimes envolvendo drogas e prostituição.

sábado, 27 de novembro de 2010

Evangelismo Pela Tecnologia


O presidente mundial da Igreja Adventista, Pr. Ted Wilson, referiu, como parte de uma declaração efetuada no dia 28 de julho aos funcionários residentes da Conferência Geral, que os próximos cinco anos verão uma continuada ênfase no alcance das pessoas através dos meios tecnológicos.

Além dos evidentes Hope Channel e Rádio Mundial Adventista, o Pr. Wilson mencionou os vários ministérios web da igreja.

Efetivamente, nos anos mais recentes, têm-se notado um esforço neste sentido que ultrapassa muito a estrita dimensão institucional. Em vários lugares, sobre diferentes temas, são muitos os irmãos leigos – entre os quais alegremente me incluo – que, pessoalmente, retiram algum do seu tempo para encetar esta que é uma verdadeira e valiosa aventura: usar a web para espalhar, dentro das suas capacidades e possibilidades, as boas novas que Jesus em breve voltará!

sábado, 20 de novembro de 2010

Princípios Básicos e Gerais Sobre o Uso da Música na Igreja

Princípios Básicos e Gerais Sobre o Uso da Música na Igreja
Vandir Rudolfo Schäffer
1) Fazer sempre o melhor
Os músicos precisam ensaiar bem a sua parte, Fazer um preparo técnico e espiritual para desempenharem a sua atividade na igreja da melhor forma possível. Não deve haver improvisos e nem convites de última hora. Isto requer: ensaio, preparação, disciplina e pontualidade. “Todo o serviço deve ser efetuado com solenidade e reverência, como se fora feito na presença pessoal de Deus” (E.G.W., Testemunhos Seletos, vol. 2, p. 195).
2) A música no culto também é arte
O treinamento constante da voz ou dos instrumentos que tocamos fará com que adquiramos mais técnica para uma melhor expressão do nosso louvor. “Que haja tempo para o cultivo da voz…” (E.G.W., Testemunhos, vol. 9, p. 143). “E que o canto seja acompanhado de instrumentos musicais habilmente tocados” (E.G.W., Testemunhos, vol. 9, p. 144).
3) O músico deve apresentar-se com espírito de humildade e com entendimento.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Pastor das Assembleias de Deus converte-se ao Adventismo

Ed Brothers mal podia acreditar no que estava a dizer à sua esposa Jan: “ao fim de 50 anos, eu vou entregar a minha credencial das Assembleias de Deus. As minhas crenças tornaram-se as crenças dos Adventistas do Sétimo Dia, por isso devemos procurar uma Igreja Adventista para começar a frequentar”.

Uma fervorosa estudante da Bíblia, Jan ficou convencida que o Shabbat bíblico era o Sábado. Ela disse-o a Ed e encorajou-o a estudar o assunto. Em Junho de 2009, eles começaram a assistir à Good News TV. Eles ficaram extasiados pela teologia sistemática e os ensinamentos que ouviam.

Como ministro das Assembleias de Deus, Ed Brothers desenvolveu argumentos contra o Sábado e os Adventistas. Mas depois de assistir à Good News TV, os seus argumentos contra o Sábado começaram a mudar.

Fernando Iglesias - Shekinah

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Posição Oficial da I.A.S.D. quanto à Natureza Humana de Cristo

Posição Oficial da I.A.S.D. quanto à Natureza Humana de Cristo

Dr. Alberto R. Timm - A Igreja Adventista crê que Cristo veio com as duas naturezas humanas de Adão. Em certo sentido antes da queda e em outro, depois da queda.

1. É pré-lapsariana (idêntica a de Adão antes da queda) no sentido moral e espiritual. Não tinha pendor para o pecado, não tinha paixão ou qualquer inclinação para pecado.

2. É pós-lapsariana (idêntica à nossa) no sentido físico e morfológico. Jesus sentia frio, fome, sede, cansaço e veio na estatura dos homens de sua época.

Apoio Bíblico Para os Dois Conceitos:

1. Hebreus 7:26 refere-se a Cristo como santo, inculpável, sem mácula e feito mais alto do que os Céus. Descreve a condição pré-lapsariana.

sábado, 13 de novembro de 2010

Apelo Urgente por Reavivamento, Reforma, Discipulado e Evangelismo

APELO URGENTE POR REAVIVAMENTO, REFORMA, DISCIPULADO E EVANGELISMO

Deus chamou, de forma singular, a Igreja Adventista do Sétimo Dia para viver e proclamar Sua mensagem de amor e verdade para os últimos dias do mundo (Apocalipse 14:6-12). O desafio de alcançar os mais de seis bilhões de pessoas no planeta Terra com Sua mensagem para o tempo do fim parece impossível. A tarefa é esmagadora. De uma perspectiva humana, o rápido cumprimento da Grande Comissão de Cristo, em algum momento próximo, parece improvável (Mateus 28:19, 20).

A taxa de crescimento da Igreja simplesmente não está acompanhando o crescimento da população mundial. Uma avaliação honesta de nosso impacto evangelístico atual no mundo leva à conclusão de que, a não ser que haja uma mudança dramática, não concluiremos a comissão celestial nesta geração. A despeito de nossos melhores esforços, todos os nossos planos, estratégias e recursos são incapazes de concluir a missão dada por Deus para Sua glória na Terra.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Aprovado Projeto proibindo realização de Concurso e Vestibular aos sábados


Os deputados aprovaram nesta quarta-feira (3 de novembro de 2010), em segunda discussão, o Projeto de Lei nº 489/07, proibindo a realização de provas vestibulares ou Concursos Públicos aos sábados.

Segundo justificativa da matéria, a Constituição Federal consagra como direito a todo cidadão brasileiro a liberdade religiosa, garantindo o livre exercício de crença e religião. O autor também justifica a apresentação do projeto observando que vários estados brasileiros já editaram leis de amparo às pessoas que guardam o sábado por motivos religiosos.

"O objetivo da criação da lei é o de proteger e garantir o livre exercício de todas as religiões, conforme preconiza a constituição, a exemplo do que acontece em diversos estados brasileiros que aprovaram matéria semelhante", explica.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Pensamentos de um dia qualquer




Por Leonardo Pereira
Você é responsável pelas palavras que fala e pelos textos que escreve. Será cobrado pelos ensinamentos que propaga e você se torna parecido com as coisas que acredita.
Muitas vezes estar certo não é tão importante, pois sabemos que um bom coração está sempre pronto para mudar e demonstrar arrependimento, mas um orgulhoso com “a verdade”, só causa problemas.
Esses dias parei para imaginar se Jesus chegaria nas igrejas e saudaria a igreja com “Boa noite igreja do Avivammmmennnntooooouuuuuu”.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Há Esperança Para os Não Evangelizados?

(Traduzido de Jon L. Dybdahll , Adventist Mission in the 21 st Century por Emilio Abdala)

Qual é o destino daqueles que não tiveram oportunidade de ouvir as boas novas sobre Jesus? Aos que lhe faziam esta pergunta, Charles H. Spurgeon, o evangelista inglês do século 19, costumava dar a seguinte resposta: “A questão que importa é saber qual o destino daqueles que têm o evangelho, mas falham em comunicá-lo aos que estão perdidos.” Segundo Jon L. Dybdahl (p. 54-61), teólogos cristãos têm desenvolvido quatro respostas básicas para a questão acima:

1- Restritivismo: Essa teoria argumenta que todas as pessoas não evangelizadas estarão perdidas. A menos que as pessoas ouçam a mensagem de Jesus e respondam a ela, eles não terão esperança. Augustinho ensinou esse ponto de vista, assim como o teólogo reformador João Calvino. A força desse conceito está em sua poderosa motivação para as missões. Hudson Taylor, o grande missionário britânico que trabalhou na China, fundou sua sociedade missionária sobre essa premissa. Os restritivistas encontram apoio para sua posição em passagens bíblicas tais como João 3:36 e 1 João 5:12. Porém eles têm um problema. Como crer em um Deus justo se pessoas se perderem porque não tiveram a oportunidade de ouvir as boas novas sobre Jesus, embora elas não tenham culpa disso?

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Jesus Cristo é Tudo

Os direitos dos guardadores do sábado

Os adventistas do sétimo dia e outros guardadores do sábado costumam enfrentar dificuldades relacionadas à observância do sétimo dia em função de concursos públicos, provas e exames de vestibular marcados nesse dia. A saída, muitas vezes, começa com um bom diálogo. Sobre esse assunto, a reportagem da Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) conversou com o diretor jurídico da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul, bacharel Luigi Braga.

ASN - Qual a orientação que a Assessoria Jurídica da Divisão dá às pessoas que observam o sábado como dia de repouso e se deparam com concursos, provas e exames marcados para esse dia?

Luigi Braga - O primeiro passo é uma boa conversa com o responsável pelo que irá acontecer no sábado em busca de alteração da data ou alguma medida especial alternativa. Se não for atendido, é necessário um pedido formal e por escrito. Em caso negativo, também, o ideal é juntar todos os documentos e buscar uma medida judicial para assegurar o direito. Em todas as etapas, assessoria jurídica é essencial. Para isso, cada Campo (Associação ou Missão) da Igreja Adventista pode dar a consultoria com seus respectivos advogados, que já possuem bastante experiência no assunto.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Adventistas somam 16,6 milhões de membros em todo o mundo

Silver Spring, Estados Unidos … [ASN] G. T. Ng, secretário da Igreja Adventista em âmbito mundial, apresentou seu relatório aos delegados do Concílio Anual no domingo, 10 de outubro, destacando a necessidade de aumento de atividade de missões em áreas onde a Igreja tem trabalho reduzido.

Muito desse crescimento vem da América Latina e da África Oriental e Meridional, disseram líderes da Igreja durante o relatório do secretário para o Concílio Anual, uma reunião administrativa da Comissão Executiva denominacional que reúne aproximadamente 300 delegados.

Embora a apresentação reiterasse informações de relatórios do ano anterior, serviu como uma visão expandida das operações da Igreja, incluindo a atividade de missões, e foi a primeira exposição de G. T. Ng como secretário da Igreja Adventista.

Novas análises incluíram uma visão “séria” quanto à mudança de uma “metodologia pró-ativa para uma reativa” em alocação missionária. Ng, um ex-secretário associado que supervisionava o recrutamento para missões em boa parte da Ásia, disse que mais missionários estão servindo em instituições estabelecidas do que no trabalho missionário de “linha de frente”.

Advogada Adventista toma posse como presidente da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB-SP

Dra. Damaris Dias Moura Kuo.
Dra. Damaris Dias Moura Kuo.

No dia 4 de outubro a Drª Damaris Dias Moura Kuo foi empossada como presidente da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB SP. A solenidade reuniu diversas autoridades civis e religiosas e contou com a participação de mais de 200 pessoas. O evento contou com a participação especial do Coral da OAB SP.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo, Dr. Luiz Flávio Borges D'Urso, há três anos instituiu a Comissão de Direito e Liberdade Religiosa, com uma atitude visionária e vanguardista. Em seu discurso destacou a importância da defesa da liberdade religiosa, a qual se assenta no respeito pelo sentimento religioso das pessoas e na premissa constitucional que assegura que ninguém será privado de direito em função de crença religiosa.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Gente Cansada de Igreja

Entrevista com o Pr.Israel Belo de Azevedo, graduado em Jornalismo, mestre em Teologia, doutor em Filosofia e autor de livros, como O Prazer da Produção Científica, Olhar de Incerteza e Gente Cansada de Igreja. Ele é pastor da Igreja Batista de Itacuruça, no Rio de Janeiro e diretor do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil.

Leia na íntegra no site do
Instituto Jetro.

Em sua opinião, o que leva tanta gente a desistir de frequentar uma igreja?

Os fatores são internos e externos. Por internos, eu me refiro à própria condição do desistente de igreja, não importa a situação da comunidade. Menciono as expectativas sobre a igreja (líderes e membros) que não podem ser preenchidas, como atenção o tempo todo, e os desgastes emocionais, não necessariamente ligadas à igreja. As pessoas imaginam que a igreja seja uma organização perfeita e, quando descobrem que não é, desistem dela, por exemplo. As relações humanas, como na vida conjugal, são muito difíceis sempre.

domingo, 10 de outubro de 2010

Candidatos camaleônicos buscam a Deus como “aliado”


Deu na revista Época desta semana: “A religião não é um tema estranho às campanhas políticas no Brasil. A cada par de eleições, o assunto emerge da vida privada e chega aos debates eleitorais em favor de um ou outro candidato, contra ou a favor de determinado partido. Em 1985, o então senador Fernando Henrique Cardoso perdeu uma eleição para prefeito de São Paulo depois de um debate na televisão em que não respondeu com clareza quando lhe perguntaram se acreditava em Deus. Seu adversário, Jânio Quadros, reverteu a seu favor uma eleição que parecia perdida. Quatro anos depois, na campanha presidencial que opôs Fernando Collor de Mello a Lula no segundo turno, a ligação do PT com a Igreja Católica, somada a seu discurso de cores socialistas, fez com que as lideranças evangélicas passassem a recomendar o voto em Collor – que, como todos sabem, acabou vencendo a eleição. Esses dois episódios bastariam para deixar escaldado qualquer candidato a um cargo majoritário no país. Diante de questões como a fé em Deus, a posição diante da legalização do aborto ou a eutanásia, ou o casamento gay, o candidato precisa se preparar não apenas para dizer o que pensa e o que fará em relação ao assunto se eleito – mas também para o efeito que suas palavras podem ter diante dos eleitores religiosos. Menosprezar esse efeito foi um dos erros cometidos pela campanha da candidata Dilma Rousseff, do PT. Nos últimos dias antes da eleição, grupos de católicos e evangélicos se mobilizaram contra sua candidatura por causa de várias declarações dela em defesa da legalização do aborto. Numa sabatina promovida pelo jornal Folha de S. Paulo, em 2007, Dilma dissera: ‘Olha, eu acho que tem de haver a descriminalização do aborto.’ Em 2009, questionada sobre o tema em entrevista à revista Marie Claire, ela afirmou: ‘Abortar não é fácil pra mulher alguma. Duvido que alguém se sinta confortável em fazer um aborto. Agora, isso não pode ser justificativa para que não haja a legalização. O aborto é uma questão de saúde pública.’ Finalmente, em sua primeira entrevista como candidata, concedida a Época em fevereiro passado, Dilma disse: ‘Sou a favor de que haja uma política que trate o aborto como uma questão de saúde pública. As mulheres que não têm acesso a uma clínica particular e moram na periferia tomam uma porção de chá, usam aquelas agulhas de tricô, se submetem a uma violência inimaginável. Por isso, sou a favor de uma política de saúde pública para o aborto.’

Uns e Outros


quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Votação - Comunicando Jesus na Web


Nosso blog também está participando do Prêmio Comunicando Jesus na Web.

Participe e vote! Estamos na categoria Blog. 

Vote também no Blog do Distrito na categoria Igreja.


O link para a votação é ESSE AQUI.

sábado, 2 de outubro de 2010

Os cultos atuais mostram a cegueira dos corações

Por: A. W. Tozer

A Transcendência Divina

Quando falamos da transcendência de Deus, queremos dizer naturalmente que Ele é exaltado muito acima do universo criado, tão acima que o pensamento humano não pode concebê-lo.

A fim de poder pensar acertadamente a esse respeito, temos de ter em mente que "muito acima" não se refere à distância física da terra, mas à qualidade de existência. Não nos preocupamos com a localização no espaço nem com a altitude, mas com a vida.

Deus é espírito, e para Ele a magnitude e a distância nada significam. Nós as utilizamos como analogias e ilustrações, e assim Deus Se refere constantemente a estas palavras quando fala à nossa limitada compreensão. As palavras de Deus em Isaías: "Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade", nos dão uma impressão distinta de altitude, mas isso é porque nós que habitamos num mundo de matéria, espaço e tempo, temos a tendência de pensar em termos materiais e só compreendemos as ideias abstratas quando elas se identificam de alguma forma com coisas materiais. Em sua luta para libertar-se da tirania do mundo natural, o coração humano precisa aprender a traduzir a linguagem que o Espírito usa para nos instruir, traduzir de forma ascendente.

domingo, 26 de setembro de 2010

Em quem votar nas Eleições 2010

Estamos cehgando em mais uma eleição. Estamos a sete dias de poder mudar o rumo de nosso governo, para o bem ou para o mal. Nessas eleições apóie candidato que tem potencial para o bem e que já demonstraram anteriormente disposição com o que é correto. Vote com consciência, e caso queira sugestões (para o estado de SP e para presidente) veja abaixo.


Deputado estadual, apoio o Sr. José Ricardo, embaixador da ADRA (Agência Humanitária reconhecida pela ONU e presente em mais de 200 países) é envolvido especialmente com as questões humanitárias, seu número é 40321.

Para federal meu apoio é do Sr. Sidney Dutra (muito capacitado, envolvido especialmente com a causa estudantil e com questões de liberdade religiosa), seu número é 3377.

Para Senador apoio Tuma, número 141, já é comprovado que Tuma apoiou causas relacionadas a liberdade de expressão.

Governador, a escolha está difícil, ore e peça muita orientação.

E finalmente para presidente, Marina Silva, extremamente envolvida com a causa ambiental, social e de liberdade, não preciso falar mais nada dela, Marina é 43.

Espero contar com a colaboração de todos, vamos contribuir para melhorar a cada dia nosso país. Conto com vocês.

O Quê Causou Deus? - William Lane Craig

sábado, 25 de setembro de 2010

Abandonado por Deus (Guerra pela Verdade) - John MacArthur


Uma visão interessante, dicordo do fato de Deus abandonar uma nação, na verdade é a nação que abandona Deus, mas exceto esse detalhe, o vídeo é muito importante.

Eleitor em três fases

Considere três definições a respeito das eleições. Financista e assessor da Casa Branca no início do século, o judeu-americano Bernard Baruch aconselhou os eleitores a votarem “no candidato que prometesse menos”, afinal a decepção seria menor. Este é um modo um tanto omisso de se tratar coisa tão séria e comprometedora quanto os destinos políticos de qualquer nação. O último ditador brasileiro, João Figueiredo, rotulou os brasileiros de relaxados, pois “um povo que não sabe nem escovar os dentes não está preparado para votar”. Com certeza, se o governo tivesse investido um pouco mais na educação e saúde do brasileiro, em condições políticas normais e democráticas, povo esclarecido em hipótese alguma elegeria o próprio Figueiredo.

Gente dessa estirpe só alcança o poder pela força, trapaça ou ignorância da plebe. “Instrumento e símbolo do poder de um homem livre para fazer um pateta de si mesmo e um estrago em seu país”, complementa o escritor norte-americano Ambrose Bierce, referindo-se à eleição, na qual cidadãos pouco entendidos e desinteressados em política, ou pobres iludidos – ao pé da letra -, tentam melhorar a sociedade. O horário eleitoral gratuito e obrigatório se tornou um amargo veneno receitado às massas.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Cidadania cristã, antídoto à má política


Às vésperas de qualquer eleição, uma palavra que sempre vem à tona e está na boca da maioria dos candidatos a cargos é cidadania. O problema é que o conceito da palavra tem sido desvirtuado e até banalizado. Se recorrermos à história, veremos que, na Grécia antiga dos grandes filósofos, eram considerados cidadãos aqueles que estivessem em condições de opinar sobre os rumos da sociedade. Evidentemente, o conceito foi sendo enriquecido ao longo dos anos e recebeu importantes contribuições, também dos pensadores romanos, mas principalmente após a Revolução Francesa e a Independência dos Estados Unidos da América. Um aspecto, no entanto, está bem claro em todas estas linhas de pensamento: a cidadania pressupõe participação ativa e não apenas reativa ou passiva diante da sociedade em que se vive.

Quando trazemos isso para a vida prática, principalmente falando de eleições, um primeiro pensamento é o de que participar ativamente é somente ser candidato a algum dos cargos eletivos em disputa. Mas a cidadania não se resume ao envolvimento com questões partidárias; consiste em não se omitir diante da participação que pode alterar ou redefinir os rumos da vida, seja na cidade, no estado ou no país. E esta cidadania tem base na Bíblia – cristãos devem saber que podem participar da sociedade ao seu redor e fazer a diferença.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O Papel da Música na Igreja

O Papel da Música na Igreja

Por Carlos Renato de Lima Brito

Sinto-me ofendido quando algum responsável por uma programação de negócios de uma instituição espiritual pede que eu dirija um cântico para chamar as pessoas de volta à reunião. É como se a música sacra fosse naquele instante apenas um jingle, uma musiquinha de intervalo comercial, para chamar atenção dos clientes a um produto entre a programação que o telespectador quer realmente ver.

Esta prática, realizada com esta falta de cuidado, atenta contra dois papéis fundamentais da música sacra na Igreja Cristã. O primeiro papel desvirtuado é o papel da adoração. A música serve para adorar a Deus, para glorificar a sua Pessoa e destacar de modo poético e artístico a sua Obra. Quando usamos a música sacra como uma sineta que toca para chamar os alunos a próxima aula, tiramos a atenção que a música dá ao Nome do Senhor para a próxima pauta da reunião, para o próximo item da palestra, para desorganização do evento, para letargia de seus participantes que não sabem tomar um cafezinho de 5 min., sem aumentar o seu tempo para 20.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

O que pensam os criacionistas

O livro The Earth – Origins and Early History, de Clyde Webster, às páginas 22 e 24, apresenta um bom resumo dos aspectos que o criacionismo aceita como válidos:

1. Deus ordenou que aparecesse a matéria física do Universo e chamou à existência os ancestrais das criaturas viventes atuais.

2. As obras criadoras de Deus se manifestaram durante o limitado período de tempo de seis dias de 24 horas. (Alguns incluem a criação de todo o Universo [ou do sistema solar, ou ainda da Terra] nesse espaço de tempo, ao passo que outros incluem somente a criação da matéria orgânica viva da Terra.)

3. Embora reconheça que as formas vivas se modificam, tais mutações são limitadas e não-progressivas.

4. Com a queda espiritual do homem, novas forças começaram a operar na natureza. Essas forças causaram decadência e o afastamento do original e perfeito plano criativo de Deus. Essas forças ainda se encontram em atividade nos dias de hoje.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Riane Junqueira - Feliz

Usem as armas

No serviço militar é comum a participação do soldado em bivaques ou exercícios de guerra. Como em qualquer nova atividade, a primeira vez é a mais estressante, requerendo maior atenção, afinal ninguém deseja errar. Todos têm medo das consequências de uma derrota, mesmo que essa seja apenas simulação.

Certo grupo de militares recebeu como missão conquistar uma colina. Para tanto necessitavam transpor parte do percurso em campo aberto, sob o ataque inimigo – de mentirinha, é claro – com balas de festim e bombas de farinha (deve ser esse o nome). Depois de orientá-los quanto às estratégias a serem seguidas, o oficial-comandante desse destacamento frisou: “Em momento algum fiquem estáticos. Movam-se rapidamente em ziguezague. E não se esqueçam: usem as armas, atirem contra o inimigo. Gastem toda a munição. Defendam-se e ataquem. Avante, em frente e para cima, em direção ao alvo.”

domingo, 19 de setembro de 2010

Posicionamento do Pr. Paschoal Piragine Jr sobre as eleições 2010.


O Pr. Paschoal Piragina Jr é Presidente da Primeira Igreja Batista de Curitiba, apesar de não coadunar com muitas de minhas crenças, não há como não concordar com esta posição.

sábado, 18 de setembro de 2010

Debate: Deus Existe?

Debate ocorrido em 2009 entre o filósofo e apologista Cristão Dr. William Lane Craig (um dos ícones da revolução filosófica cristã anglo-americana) e o escritor e autor de livros Christopher Hitchens (um dos ícones do neo ateísmo).

Fala final de Hitchens

Fala final de Craig

domingo, 12 de setembro de 2010

O Poder da Pregação Bíblica


A cada culto em nossas igrejas, um dos momentos mais esperado é aquele da pregação da Palavra de Deus, ou seja, o sermão.

Porém, alguns têm subestimado a utilização deste momento, fazendo com que as pessoas (adoradores) voltem para casa com a mesma sensação de vazio de alma com que chegaram para adorar.
Veja o que escreveu um dos grandes teólogos Adventistas da atualidade acerca deste assunto:

“Há muitos no mundo e na igreja que inconscientemente anseiam pela mensagem: ‘os teus pecados estão perdoados’. Portanto, em cada sermão, o pregador precisa proclamar a justificação” – LaRondelle, O que é salvação?, pág. 78.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Como Resgatar Ex-Adventistas


Desde quando me tornei Adventista do 7º dia eu tenho visto centenas de pessoas entregarem suas vidas a Deus, e também entrarem para Sua Igreja.
Por outro lado, também conheci outros tantos que, em algum momento da jornada, se desviaram do Caminho e preferiram abandonar (ou apenas “esfriar”) da fé.
Como família, o que podemos fazer para ajudar nossos irmãs e irmãs que estão distante do Pai a retornarem para Seus braços de amor? Onde temos falhado como instituição? Onde podemos melhorar para que os que são batizados sintam prazer em permanecer entre nós? O que fazer para trazer de volta aqueles que um dia estavam aqui com a gente?
Encontrei um excelente material sobre este assunto, o qual foi compilado por um dos maiores evangelistas do nosso País – o Pr. Emílio Abdala (IAENE).

domingo, 5 de setembro de 2010

O que o criacionismo não é

[Essa matéria foi publicada em 2009, contudo apresenta instruções muito importantes para todos nós, em todos os tempos]

O ano de 2009 está sendo marcado por muitas discussões a respeito da controvérsia entre criacionismo e evolucionismo. E não é pra menos: neste ano se comemora o 200º aniversário de nascimento do naturalista inglês que é considerado "pai" da evolução, Charles Darwin. Desde que foi publicado o livro A Origem das Espécies, há 150 anos, a teoria da evolução vem sofrendo dois tipos de ataques: os bem fundamentados, que apontam as insuficiências epistêmicas da teoria, e os despropositados, que deixam de reconhecer aspectos relevantes e factuais do darwinismo. De modo semelhante, o criacionismo é alvo de críticas quase sempre infundadas, decorrentes da má compreensão do que sustentam os defensores do modelo.

Todos sairiam ganhando se se deixassem de lado motivações ideológicas e fossem verificados - sob o melhor rigor científico - os fatos e em que aspectos eles favorecem esse ou aquele modelo.

Por isso, é necessário desfazer alguns mal entendidos repetidos por gente que adora uma boa polêmica. Eis alguns deles:

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Migração de Blog

Conforme havia anunciado, o Comportamento Cristão estava passando por um processo de migração, onde recebia os posts de outro blog (Vídeos Cristãos Preferidos).

Hoje a migração foi completada. A partir de agora, todo o conteúdo do Vídeos Cristãos Preferidos está disponível aqui e o blog anterior será eliminado em alguns dias.

Obrigado!

sábado, 28 de agosto de 2010

Entrevista: Professor de Teologia fala sobre a relação entre Igreja e Estado


Num ano eleitoral como o que estamos vivendo, dúvidas sobre a relação entre religião e política sempre vêm à tona: candidatura de adventistas, uso do púlpito para fins políticos, afiliação a partidos políticos e a responsabilidade civil do cristão se tornam temas recorrentes. Por isso, a Revista Adventista entrevistou o pastor Márcio Costa, professor de Teologia da Faculdade Adventista da Amazônia (Faama), que acabou de retornar ao Brasil depois de morar 13 anos nos Estados Unidos.

Na América do Norte, ele teve a oportunidade de estudar Engenharia Aeronáutica, Ciência da Computação e Administração, formação que utilizou no trabalho de logística e pilotagem de aviões missionários. Depois de receber o convite para atuar na área acadêmica, cursou a graduação, mestrado e doutorado em Teologia na Andrews University, instituição em que defendeu sua tese sobre a relação da Igreja com o Estado nos escritos de Ellen G. White.

Nesta entrevista, ele explica como o conceito do grande conflito entre o bem e o mal norteou a visão da profetisa adventista sobre a relação entre política e religião, e opina sobre o posicionamento ideal dos adventistas quanto às questões civis. Márcio tem 46 anos, é casado com a enfermeira Jane Vianel e tem duas filhas: Stephanie, de 10 anos, e Giovanna, de 8 anos. Além de lecionar no seminário, atua como pastor da Igreja da Faama.

sábado, 21 de agosto de 2010

5 Maneiras de Afastar os Filhos da Igreja

É um tremendo alerta para os pais, especialmente aqueles que têm filhos em idade de formação do caráter e da consciência religiosa (5 aos 12 anos). E também é uma resposta à célebre pergunta que muitos se fazem: “por que meu filho abandonou a igreja, se eu fiz o máximo para ele permanecer nela?”.

AS 5 MANEIRAS DE AFASTAR SEU FILHO DA IGREJA

1. Diante das menores dificuldades, tais como, indisposição, chuva, frio, cansaço, não vá aos cultos. Com isso seu filho vai crescer com a idéia de que freqüentar as reuniões não é assim tão necessário.

“… e considerem-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia” (Hebreus 10:25-25),

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Testemunhar: Sim e Sempre!

Ontem falava com um amigo que me contou algo de interessante. Disse-me ele que conversava com alguém que lhe perguntou como estava a família. Em resposta, o meu amigo respondeu-lhe que apesar das dificuldades, Deus estava com eles e os guiava pelo caminho. Então, continuou a falar sobre Deus dando o seu testemunho pessoal de como Ele agia na sua vida e na da sua família. No final, a outra pessoa estava com as lágrimas nos olhos de ouvir o seu relato.

Este meu amigo não é alguém dado a muitos discursos. Por isso me confessou que nem percebeu muito bem a própria atitude espontânea que teve naquela conversa. No entanto, o impacto causado na outra pessoa foi bem grande, muito para além do que se poderia imaginar a princípio.

Às vezes parecemos estar à espera de uma grande e boa oportunidade para apresentarmos o nosso testemunho sobre Jesus. Como que aguardamos cirurgicamente pela ocasião certa, com todas as condições reunidas para que isso aconteça. Não percebemos, porém, que isso é um erro; o testemunho é algo que deve, e pode, estar sempre presente.

domingo, 8 de agosto de 2010

Desenvolvendo a paciência, o caráter

“Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações; Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.” Tiago 1:2 a 4, ACF)

A purificação do ouro é algo trabalhoso, e pode-se dizer que um tanto “dolorido” para a pedra de ouro que vai ao fogo. Uma temperatura altíssima a ponto de derreter a pedra fazendo com que a sujeira venha para cima do liquido que se formou, sendo por fim retirada. Depois de um trabalho árduo, temos uma joia impecável.

Deus requer de Seu povo uma purificação, para que o Seu Espírito seja derramado. Nestes últimos dias nos compete remediar de uma vez por todas nossas falhas de caráter e refletirmos completamente a Cristo, pois deste ponto depende a Sua volta.

Atenção - Aviso Importante

Atenção, este é um aviso importante. Este Blog está passando por alterações.

A partir de hoje e durante algum tempo, o Comportamento Cristão passará por um processo de incorporação de outro blog de minha autoria, o Vídeos Cristãos Preferidos.

Para o leitor do Comportamento Cristão isso representará maior diversidade de conteúdo. Os novos posts do Vídeos Cristãos serão publicados aqui no Comportamento Cristão e os antigos serão inseridos nas postagens antigas, acompanhando as mesmas datas do blog anterior.

Assim que a incorporação terminar o blog Vídeos Cristãos será excluído.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Os Adventistas e a Política

Pr. Alberto Ronald Timm

Notícias sobre crises políticas e corrupções governamentais acabam polarizando a opinião pública dos países afetados. É curioso ver, de um lado, políticos questionáveis se fazendo de vítimas para continuar recebendo o apoio popular e, do outro lado, oposicionistas que aproveitando a situação para se autoproclamarem os únicos salvadores da pátria. A o mesmo tempo em que vários políticos tradicionais vão perdendo a credibilidade, algumas denominações evangélicas tem-se mobilizado politicamente, a ponte de montarem sua próprias bancadas em câmaras de vereadores, nas assembléias legislativas na Câmara dos Deputados e mesmo no Senado Federal, sob o pretexto de que os políticos evangélicos são mais honestos e confiáveis.

A crescente militância política evangélica tem suscitado algumas indagações importantes entre os próprios adventistas:
1ª) Deveriam os adventistas continuar politicamen­te passivos ou assumir uma postu­ra mais agressiva diante das crises governamentais?
2ª)Como a Igreja Adventista do Sétimo Dia encara a candidatura de alguns de seus membros a cargos políticos através de eleições públicas?
3ª) Que critérios devem ser usados na escolha dos candidatos em quem votar?

domingo, 25 de julho de 2010

Conselhos de Ellen G. White - A Dança

A Dança não é Aconselhada ao Cristão

O verdadeiro cristão não desejará entrar em nenhum lugar de diversão nem se entregar a nenhum entretenimento sobre que não possa pedir a bênção divina. Não será encontrado no teatro, e nos salões de jogos. Não se unirá aos alegres valsistas, nem contemporizará com nenhum outro enfeitiçante prazer que lhe venha banir a Cristo do espírito. Aos que intercedem por essas distrações, respondemos: Não podemos com elas condescender em nome de Jesus de Nazaré. A bênção de Deus não seria invocada sobre a hora passada no teatro ou na dança. Cristão algum desejaria encontrar a morte em tal lugar. Nenhum quereria ser encontrado aí, quando Cristo viesse. Quando chegarmos à hora final, e nos acharmos face a face com o registro de nossa vida, acaso lamentaremos haver assistido a tão poucas festas? Ter tão poucas vezes participado de cenas de precipitada alegria? Não haveremos antes de chorar amargamente o ter gasto tantas horas preciosas na satisfação egoísta - negligenciado tantas oportunidades que, devidamente aproveitadas nos haveriam garantido tesouros imortais?

quinta-feira, 15 de julho de 2010

50 Conselhos de Ellen G. White Sobre Música

50 Conselhos de Ellen G. White Sobre Música (Citações de Ellen G. White compiladas por: Pr. Irineu Koch)

1. O que diz EGW sobre a perversão e o emprego correto da música?
"A música, muitas vezes, é pervertida para servir a fins maus, e assim se torna um dos poderes mais sedutores para a tentação. Corretamente empregada, porém, é um dom precioso de Deus, destinado a erguer os pensamentos a coisas altas e nobres, a inspirar e elevar a alma." (Ed. pág. 166)

2. Mencione 5 dos poderes que a música possui.
"Poder para: (1) subjugar as naturezas rudes e incultas; poder para (2) suscitar pensamentos e (3) despertar simpatia, para (4) promover a harmonia de ação e (5) banir a tristeza e os maus pensamentos, os quais destroem o ânimo e debilitam o esforço." (Ed. pág. 167)

3. Que tipo de música deve ser cantado no lar?
"Que haja cântico no lar, de hinos que sejam suaves e puros, e haverá menos palavras de censura e mais de animação, esperança e alegria." (Ed., pág. 167)

4. Que relação existe entre o canto e a oração como partes do culto?
"Como parte do culto, o canto é um ato de adoração tanto quanto a oração" (Ed., pág. 167)

5. Em que aspecto é a música um dos mais eficientes meios?
"O canto é um dos meios mais eficientes para impressionar o coração com verdades espirituais." (R.H., 6 de Junho de 1912)

sábado, 10 de julho de 2010

Para nossa proteção

Um dia Joãozinho, um garoto de seis anos, chegou em casa gritando entusiasmado:

- Mamãe, posso ir nadar lá no lago?

- Mas, filho, o lago é muito profundo. Quem vai junto?

Joãozinho olhou para o chão e respondeu timidamente:

- Meus amiguinhos da escola...

- Não, filhinho, eu não deixo. - respondeu a mãe, carinhosa mas firmemente.

O que você acha que Joãozinho ficou pensando naquele momento? Será que ficou contente? Afinal, a mãe tinha ou não razão?

Algo semelhante ocorre, muitas vezes, conosco. Em nossa relação com Deus queremos saber os porquês de certas coisas. Por que tive que nascer? Por que viver? Por quê? Por quê? E por quê? Uma das perguntas mais comuns é a seguinte: "Se Deus nos criou livres, por que nos manda guardar Seus mandamentos?"

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Leonardo Gonçalves e a Sony Gospel Music

A Sony Music, plugada nas novas configurações do mercado fonográfico, abriu uma linha de produção de música gospel. A Sony quer pregar o evangelho do reino a todo o mundo? Claro que não. A Sony quer mais gente comprando os CDs que produz. Isso tem pouco de ética protestante, mas bastante do espírito do capitalismo. Em entrevista à revista Rolling Stone Brasil (ed. 42), Alexandre Schiavo, presidente da Sony, disse: “Em 12 meses, estaremos entre as três maiores gravadoras do segmento [gospel] e espero que alcancemos a liderança em pouco mais de dois anos.” É uma frase que poderia ser dita como aposta na produção de qualquer produto, de sapato a sabonete. Mas só a Sony tem a ganhar com essa empreitada?

A caixa registradora da Sony está interessada no potencial de lucro que determinado cantor tem dentro de um nicho de mercado. Por isso, além de contratar um experiente produtor do ramo gospel, Maurício Soares, investiu na diversidade musical gospel – Aline Barros, Marcelo Aguiar (sertanejo), DJ Alpiste (rap), Banda Resgate (rock). O ramo gospel será também uma forma de manter-se no combalido setor fonográfico.

A Sony contratou também o cantor adventista Leonardo Gonçalves, cujos dois primeiros trabalhos, os CDs “Poemas e Canções” e “Viver e Cantar”, primam pela excelência das letras e dos arranjos instrumentais.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O som gospel cai na mídia secular. E daí?

O último “Domingão do Faustão” teve algo diferente. Em lugar de músicos populares, apareceram as cantoras Gospel Aline Barros e Fernanda Brum. As duas contaram sobre sua amizade e carreira, cantaram músicas dos respectivos repertórios, encerrando a visita cantando juntas uma música. Muitas publicações e sites evangélicos com certeza considerarão esse fato um avanço à causa evangélica. Como protestante, sou forçado a discordar de toda a mídia evangélica, católica e protestante juntas; e não tenho a intenção de criticar ninguém, mas realmente sinto que uma causa evangélica de mídia foi exaltada; mas não o evangelho em si. Já tive o prazer de ouvir pessoalmente Aline Barros e gosto de algumas de suas músicas; Fernanda Brum, escutei algumas vezes na rádio também. Meu questionamento não é de forma alguma pessoal, antes é um questionamento sobre a efetividade da arte cristã, que segue padrões de marketing, popularidade e disseminação em massa; mas perde o elevado padrão de espiritualidade profunda, reflexão renovadora dos ouvintes e transformação das vidas pelo evangelho.

Evangélico hoje bebe cerveja, dança funk, pula carnaval, vai a baladas noturnas (tudo com letramento “evangélico”, é claro!); o nome de Jesus Cristo é repetido à exaustão, mas jamais é exaltado.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Boa Saúde e Muita Felicidade

ORIENTAÇÕES SIMPLES, PRÁTICAS E EFICAZES PARA SE TER UMA BOA SAÚDE

Amigo, este texto contém algumas orientações para a boa saúde em sua família. Seguindo esses poucos itens, a saúde será muito melhor, o gasto com alimentos e medicamentos se reduzirá, e a vida será bem mais agradável. Experimente por alguns dias, por exemplo dez. Ao final desse período você verá as vantagens de um programa de saúde simples, de menor custo e compensador para a vida.

1. Alimentação
O conjunto dos bons alimentos é: cereais, frutas, nozes, verduras e raízes. Porém, não misture frutas com verduras numa mesma refeição, e não coma nozes à noite.
Pela manhã, ao levantar e pelo menos 60 minutos antes do desjejum, tomar um a dois copos de água pura morna e engolir um ou dois dentes de alho. Pode tomar suco de limão, nesse caso, meio copo. Mas não tome mais de dois copos de líquido ao todo.
Na refeição, comer uma a três tipos de fruta, de preferência doce, mais cereais e pão e um pouco de nozes ou amendoins. Pode tomar um copo de leite ou de yugurte. Frutas devemos usar em abundância.
Ao meio dia, nunca coma frutas, mas saladas cruas sem vinagre, temperadas com limão e sal, mais dois ou três tipos diferentes de comida quente e um pouco de nozes ou amendoins.
À noite, pelo menos três horas antes de dormir, pela janta, coma frutas outra vez, cereais e/ou pão torrado, bolacha de sal e sopa. Varie esses alimentos de uma refeição para outra.
Não coma demais no jantar. Até pode dispensar o jantar, mas não dispense o desjejum pela manhã, isso é prejudicial. O jantar deve ser leve, tal como sopa, frutas, chá ou suco de frutas. Nunca coma antes de dormir, muito menos durante a noite.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

terça-feira, 22 de junho de 2010

Ana Beatriz - Sou Escolhida

Veja o seu Senhor, o Revolucionário!


por Frank Viola

Leia do princípio ao fim os Evangelhos, e veja seu Senhor, o Revolucionário. Veja como espalha pânico entre os fariseus ridicularizando intencionalmente suas convenções. Numerosas vezes Jesus curou no Sábado, frontalmente rompendo sua querida tradição. Se o Senhor pretendesse aplacar a ira de seus inimigos, Ele bem que poderia esperar chegar o domingo ou a segunda-feira para curar algumas daquelas pessoas. Mas não, Ele deliberadamente curou no sábado sabendo perfeitamente que seus oponentes ficariam furiosos.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Falta Pouco Para Jesus Voltar

Aprendi desde criança acerca da volta de Jesus. E o que me contaram foi que Ele em breve voltará a este mundo para nos levar para o céu. Até aos dias de hoje há quem me ensine o mesmo. E acredito-o mais do que nunca!

Paralelamente, uma das coisas que me deixa extremamente satisfeito é que vou tendo cada vez menos apreciação pelas coisas deste mundo; estou a ficar cansado delas e vou percebendo que não vale mesmo a pena esperar nelas porque não me podem dar algo de bom, que perdure. E isso tem fortalecido a minha confiança na velha história da cruz e da vida que existe para além desta terra triste e sombria onde o mal vence na maioria das vezes. É essa a alternativa que supera imensamente as frustrações e desencantos desta terra.
Por falar em terra, gosto da imagem de um peregrino: aquele que não pertence ao local onde está, encontrando-se ali somente de passagem. É o que acontece com aqueles que conhecem Jesus e confiam nas Suas promessas de redenção, ainda que, ao olharem à sua volta, tudo lhes pareça indicar que não será assim. Mas será mesmo, porque Ele deixou essa certeza.

Milhares acreditaram e acreditam nela. Entre eles, um grande amigo meu que partiu para longe, exercendo o seu ministério numa distante parte do mundo. Na última vez que falamos, ele disse que mesmo que não nos voltássemos a encontrar, estaríamos juntos no dia em que Jesus voltasse. E para confirmar essa certeza, ele prometeu: 'quando eu entrar na nova terra, não vou logo visitar o lugar; entro, e fico atrás do portão à tua espera. Ali nos abraçaremos e, então, seguiremos juntos!'