domingo, 20 de setembro de 2009

Posicione-se contra a mediocridade

Os adolescentes de hoje são fortemente induzidos a tornarem-se complacentes e sobre eles estão as pressões para se ajustarem ao tipo de comportamento da maioria dos seus companheiros de idade. O problema é que o comportamento da maioria dos adolescentes exibe um estilo de vida moral decadente e com reflexos numa fraca vida acadêmica e vocacional. São inúmeros os professores que podem contar histórias e mais histórias de adolescentes inteligentes que jamais se esforçaram para serem bons alunos. Muitos técnicos podem falar sobre atletas que têm potencial para serem excelentes no seu campo de atividade se simplesmente se dedicassem mais ao treino. Um número muito grande de patrões constantemente despede adolescentes porque estes não exibem uma ética saudável no trabalho.

Se for válido fazer, então vamos fazer certo. Quando Cristo nos pede para andar uma segunda milha, Ele nos orienta que devemos fazer um esforço extra em tudo. Precisamos ser bons em todas as coisas porque somos representantes de Cristo e nossos filhos precisam ter essa visão. Uma visão de serem embaixadores do Reino.

Como pais podem incutir nos filhos o desejo de serem bons no que fazem:

- Tome a decisão de ser modelo e ensine o compromisso de ser o melhor naquilo que você vier a fazer.

Olhe para sua própria vida: Você está satisfeito com o que você é, você explora o seu potencial, seu filho lhe vê como uma pessoa que está crescendo, trabalhadora e esforçada?

- Entenda que Deus lhe deu a responsabilidade de desenvolver o potencial de seus filhos de uma maneira plena.

Incentive-os a serem os melhores. Anime-os quando estiverem desencorajados. Ajude-os com os trabalhos escolares e projetos de aula. Insista para que os trabalhos de escola sejam feitos da melhor maneira possível.

O que causa a mediocridade nas crianças?

- Uma baixa expectativa.

Seja qual for a tarefa, estabeleça metas que façam com que seu filho se esforce (sem quebrá-lo) e insista na qualidade. Certifique-se de que eles cumprem prazos sem baixar o padrão. Ensine o princípio de aprender a ser fiel nas coisas pequenas para que assim possas ser confiável nas coisas maiores. (Mt. 25:14-30)

- Pressão do grupo.

A atitude que vale entre os adolescentes é: “ser parte do grupo não é suficiente”. Conheça os amigos dos seus filhos e encoraje-os constantemente a terem amizades com crianças que dêem valor aos estudos e à escola.

- Prêmios e motivações inadequadas.

Se seu filho fez um bom trabalho, seja generoso ao premiá-lo. Recompense tudo que demonstra que ele está indo em direção oposta à mediocridade. Louve suas conquistas e esforços em todas as áreas de sua vida, não apenas nas notas e atividades esportivas. Exija cooperação com a limpeza da casa, na administração da mesada, e na forma de se vestir e falar.

- Apoio inadequado de pessoas chaves.

Você é a pessoa chave para fazer com que seu filho se eleve acima do nível da mediocridade. Seja o fã número um do seu filho. Solicite ajuda de outras pessoas que porventura façam parte da vida dele como um professor, um treinador de esporte ou o líder da mocidade da igreja.

Autor: Junior Vieira

Fonte: Pais Cristãos
(http://paiscristaos.wordpress.com/2007/11/11/posicione-se-contra-a-mediocridade/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário