sábado, 26 de setembro de 2009

Controlando as carícias


A excitação e o sensualismo são oferecidos com força cada vez maior pelos meios de comunicação, e nós, cristãos, também somos alvos disso. A sensualidade é usada para vender desde carros até sapatos, e sem notar a mente começa a ser alimentada com as insinuações, imagens e propostas que são apresentadas.

É exatamente por isso que, quando você está com sua namorada, põe para fora os desejos com os quais a mente foi alimentada.

Existem duas questões que devem ser bem observadas por você: em primeiro lugar o tipo de alimento que você está oferecendo à sua mente, e em segundo, as reais prioridades que você tem para sua vida.

É preciso lembrar sempre que você é um resultado de seus pensamentos. Quando você deixa de alimentar sua mente com as coisas de Deus e não tem tempo para a Bíblia, oração, testemunho e envolvimento com a igreja, você começa a enfraquecer sua defesa contra a tentação e abre o caminho para o inimigo. Pior ainda quando você, além disso, cria o hábito de alimentar sua mente com sensualismo através de piadas, revistas, filmes, sites, chats ou outros meios. Neste caso, você se torna um vulcão incontrolável, apenas esperando o momento para explodir. O encontro com a namorada se torna o melhor momento para tornar real o sonho e o prazer alimentados. Ellen White lembra que “A melhor maneira de evitar o desenvolvimento do mal é ocupar primeiro o terreno. São necessários o máximo cuidado e vigilância no cultivo da mente...” (Só para Jovens, 18) Ela continua alertando ainda: “Quem não deseja ser presa das armadilhas de Satanás deve guardar bem as avenidas do coração, evitando ler, ver ou ouvir qualquer coisa que sugiram pensamentos impuros”. (idem, 21)

O caminho para fortalecer a mente começa por abrir o coração a Deus e orar claramente pelo problema, sem rodeios. A ligação com Deus afasta a tentação, pois o inimigo não tem poder. Faça isso através da leitura da Bíblia, oração, testemunho e envolvimento com as coisas de Deus.

Como resultado dessa relação mais forte com Deus, você precisa mudar alguns hábitos. Podem ser filmes ou programas de televisão, quem sabe algumas piadas, revistas, lugares ou outros alimentos impuros que você pode estar colocando na mente. São esses hábitos que fortalecem a tentação. Se eles não são abandonados, acabam bloqueando o milagre de Deus.

Procure conversar, também, com sua namorada sobre a dificuldade que você está tendo para manter os limites. Isso vai servir para que vocês possam definir juntos como enfrentar a situação, e ao mesmo tempo vai lhe ajudar, também, a conhecer melhor as convicções dela sobre essa questão. Além disso, as mulheres controlam melhor seus impulsos, e por isso sua namorada pode lhe ajudar.

Por outro lado, você precisa definir muito bem o que quer para sua vida, e agir hoje de acordo com aquilo que você está buscando para o seu futuro. A Bíblia é bem clara quando diz que “Tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gál. 6:7). Aliás, essa é uma regra da vida. Você planta hoje, e colhe amanhã. Se sua prioridade é construir uma relação madura, baseada no amor, compreensão e aceitação e se também quer preservar sua namorada é preciso plantar isso hoje. Deixando esses conceitos e essa visão bem claros, você vai conseguir, pela graça de Deus, administrar melhor a situação. Quando você tem prioridades claras e definidas é mais fácil ajustar suas atitudes a elas.

Procure, também, planejar bem seu namoro. Não deixe que as coisas simplesmente aconteçam, pois assim vai acontecer o que não deve. Você pode definir bem os lugares e os horários aonde vocês vão se encontrar ou ficar juntos. Essa é uma questão muito séria, por isso Ellen White diz que “É comum o hábito de ficar conversando até altas horas da noite, mas isso não agrada a Deus, mesmo se vocês dois forem cristãos” (Só para Jovens, 105). Você pode, ainda, conduzir as conversas de vocês para que não sejam provocantes. Se você toma estes cuidados já vai sentir um alivio da situação.

Deus é o maior interessado em ver você e sua namorada fiéis e felizes. Por isso lembre-se de que com ação e oração é possível mudar a situação.

Fonte:
IASD Jovem
(http://iasdjovem.blogspot.com/2009/03/namoro-como-controlar-as-caricias.html)

Nenhum comentário:

Postar um comentário