sexta-feira, 12 de junho de 2009

Primeiro "homem grávido" dá à luz outra vez

O transexual norte-americano Thomas Beatie, que ficou famoso por ser o primeiro “homem grávido” do mundo, deu à luz nesta terça-feira (9), quase um ano após ter se tornado pai pela primeira vez, informou a rede de televisão dos EUA “ABC”.

De acordo com a emissora, o parto foi normal. O nome da criança ainda não foi divulgado.

A mulher de Beatie, Nancy, de 46 anos, com quem ele é casado há quase seis anos, é quem vai amamentar a criança. Isso já ocorreu com Susan Juliette, a menina que nasceu em 29 de junho de 2008 - está para completar um ano -, após uma gestação de Beatie que chamou a atenção.

Em novembro, Beatie, de 35 anos, anunciou que tinha deixado de tomar hormônios masculinos para poder ter outro filho.

Ele mudou de sexo aos 24 anos e é legalmente homem. Mas mantém os órgãos sexuais femininos. Quando era mulher, se chamava Tracy Lagondino.

Beatie aceitou engravidar devido à incapacidade da mulher para a gestação.

Apesar da preocupação de parentes, Beatie assegura que não tem medo das ameaças sofridas desde que o caso veio à tona, e afirma que tem uma “família diferente, mas tradicional”.

Fonte: G1

Nota: As vezes eu me pergunto onde é que estamos vivendo… Se ainda estamos na terra… Infelizmente eu paro um pouco, tateio ao meu redor, e de fato estamos ainda na terra, mas o que eu noto é que ela está cada vez mais fria, sem forma, e as vezes acho que está virando de perna pra cima!

Casamento feliz é casamento fiel, tradicional, baseados em conceitos e fora, totalmente fora dos padrões que a mídia mostra hoje em dia. As coisas estão tão complicadas que o ANORMAL, está virando NORMAL. Hoje quem se cuida e honra os seus objetivos de moralidade, é desmoralizado pela sociedade, mas quem não se presa, e vive aos moldes, desregrados e totalmente direcionados a suprir as necessidades do EU, é O cara. Logo é o que temos, uma sociedade, de egoístas, com famílias desestruturadas criando marginais, casamentos com traições, e muita, mas muita gente infeliz e cega, crendo ainda que a solução é correr atrás do vento que supre o EU, esquecendo-se do próximo. (Conjunge, filhos, amigos, etc.)

Admiro os pessoas como do jogador de futebol Káka, muito criticado por seguir os padrões tradicionalistas de um casamento e tantas outras pessoas que seguem o que Deus criou, digo que ando na mesma linha, pois afinal de contas, não quero sofrimentos em meu casamento, muito menos que filhos futuros venham pagar pelo que não compraram. A irresponsabilidade de pais que colocam filhos no mundo, mas não mantem a segurança de um lar para os criarem. Sem falar da esposa que terei. E pensando nisso, eu pergunto, onde está o “até que a morte os separe”? Acho que tem gente que nem sabe nem nunca ouviu essa frase.

E por outro lado o que vemos. Uma forma muito distorcida do que Deus criou. Não venham me dizer que estou sendo pré-conceituoso. Não tenho nada contra uma pessoa que seja homo-sexual, mas tenho tudo contra o homo-sexualismo. Estou do lado de Deus. Tenho um conceito e não um pré-conceito. Acredito sinceramente que mudanças existem, e que uma pessoa quando quer, consegue, e com ajuda de Cristo, muito mais fácil, um homo-sexual, tornar aos parâmetros corretos da vida.

"Tudo posso naquele que me fortalece" (Filipenses 4:13)

Fonte: Literalmente Verdade
(http://literalmenteverdade.blogspot.com/2009/06/primeiro-homem-gravido-da-luz-outra-vez.html)

Nenhum comentário:

Postar um comentário